0

Em casa, Juliana Campos segue focada na qualificação para as Olimpíadas de Tóquio

3 jun 2020
16h23
atualizado às 16h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Apontada como sucessora natural de Fabiana Murer na prova de salto com vara feminino, Juliana Campos não perde seu foco mesmo em tempos de pandemia. A atleta de 23 anos espera garantir sua qualificação para as Olimpíadas de Tóquio, adiada para 2021.

"O maior objetivo é garantir participação na Olimpíada. E para isso temos de ter tranquilidade. Acho que devemos voltar aos treinos normais em breve, no máximo em agosto ou setembro, e aí terei bastante tempo de preparação para a temporada do ano que vem", comentou Juliana. 

Wagner Carmo/CBAt

Juliana terminou a temporada de 2019 em primeiro lugar no Ranking Brasileiro, com 4,37m, marca obtida no dia 13 de abril, em San Diego, Estados Unidos. Mesmo após sofrer um acidente durante os treinos em dezembro do ano passado, onde quebrou o nariz e precisou passar por uma cirurgia, a tricampeã brasileira obteve bons resultados no início deste ano.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade