0

Dobradinha do interior e superação marcam a disputa masculina da São Silvestrinha

22 dez 2019
15h25
atualizado às 19h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O interior e o litoral paulista se destacaram na disputa das categorias masculinas da 26ª edição da São Silvestrinha, realizada na manhã deste domingo, no Memorial da América Latina, Zona Oeste de São Paulo. Uma dupla de Pirajuí venceu as disputas de 600m, enquanto as provas de 800m ficaram com representantes de Guiaçara e Ilhabela.

A dobradinha veio de jovens estreantes, do mesmo projeto de Pirajuí, a 385km de capital. Marcos Vinicius Vieira dos Santos venceu a categoria dos 14 anos, enquanto a dos 15 ficou com Wellington Emanuel Gomes da Silva.

"Eu vim aqui confiante, pensando na vitória, mas como era minha primeira vez, não sabia com quem ia competir. Eu já tenho experiência nessas provas, treino a três anos e compito a dois. Meus objetivos são treinar bastante, ir para as grandes competições, um dia entrar na seleção brasileira e defender o país nas Olimpíadas", contou Marcos.

O jovem também comentou sobre a estrutura do projeto da cidade. "A gente não tinha muito suporte, não tinha nada. A gente não tinha tênis, eu mesmo não tenho muitas condições, com o tempo fui ganhando dinheiro com as competições e fui investindo em mim. Treinávamos na rua, agora temos a pista reformando, temos patrocínio, apoio da prefeitura", disse.

(Foto: Sérgio Shibuya/Divulgação)
(Foto: Sérgio Shibuya/Divulgação)
Foto: Gazeta Esportiva

Idealizada pelo superintendente da Gazeta Esportiva, Júlio Deodoro de Souza, a São Silvestrinha nasceu em 1994 como proposta de ser a versão infanto-juvenil da mais importante prova de rua da América Latina, a Corrida Internacional de São Silvestre.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade