PUBLICIDADE

Veja como contestar a suspensão do Auxílio Emergencial; prazo termina hoje!

Descubra como contestar e também como conferir se seu benefício está suspenso

24 jul 2021 08h04
ver comentários
Publicidade
Como contestar a suspensão do Auxílio
Como contestar a suspensão do Auxílio
Foto: Shutterstock / Finanças e Empreendedorismo

Os brasileiros que tiveram o Auxílio Emergencial suspenso durante o mês de julho têm até às 23h59 deste sábado (24) para contestar o cancelamento do benefício. Por isso, os beneficiários que não tiveram mudanças na renda familiar, mas que não receberam o benefício em julho, precisam correr para tentar reaver a situação.

Com a prorrogação do Auxílio Emergencial 2021, as parcelas foram estendidas até outubro, por isso, é muito importante que os cidadãos fiquem atentos a situação atual do seu benefício e não percam o prazo da contestação.

Para confirmar a continuidade do pagamento do Auxílio Emergencial, é só acessar o site https://consultaauxilio.cidadania.gov.br, fazer o login e acessar a aba "Pagamentos". Lá o usuário poderá confirmar se os pagamentos estão sendo creditados normalmente ou se estão cancelados. 

Como contestar o cancelamento do Auxílio Emergencial?

Quem teve o benefício suspenso deve abrir o requerimento da nova análise por meio do site do Ministério da Cidadania: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br. 

Após ingressar com os dados de identificação (CPF, Data de Nascimento, Nome Completo e Nome da Mãe) e clicar na aba correspondente ao Auxílio Emergencial 2021, o cidadão deve verificar a situação das parcelas e depois clicar no ícone de "informação" (símbolo de uma bolinha com a letra i dentro) para exibir o detalhamento do motivo do cancelamento. 

Feito esse processo, o requerente deve clicar no botão: "contestar". A partir daí, o cidadão deve aguardar até que seja realizada uma nova análise da situação do seu benefício. Se a contestação foi positiva e o pagamento for retomado, a situação da parcela será alterada de "cancelada" para "liberada".

Fonte: Governo Federal

Finanças e Empreendedorismo
Publicidade
Publicidade