PUBLICIDADE

Maia critica ideia de moeda única entre Brasil e Argentina

Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, falaram sobre a possibilidade a empresários em Buenos Aires

7 jun 2019 - 09h40
(atualizado às 11h44)
Ver comentários
Publicidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a ideia apresentada nesta quinta-feira, 6, na Argentina pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a empresários argentinos e brasileiros, de criar uma moeda comum entre os dois países que se chamaria "peso real".

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil / Estadão Conteúdo

No Twitter, Maia questionou a ideia: "Será? Dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não", disse o deputado. Entre as interações com o post, a maioria dos internautas criticou o posicionamento de Maia por duas vias.

Há quem acuse de "fake news" a informação, embora o próprio presidente Jair Bolsonaro tenha falado sobre o "sonho de uma moeda única, como aconteceu com o euro lá atrás e pode acontecer aqui com o peso real"; e há quem apoie a ideia, acreditando que isso impulsionaria a economia dos dois países.

Maia tem utilizado a rede social para tecer críticas ao governo e enviar recados. Na noite de quinta, o presidente da Câmara retuitou um post da jornalista Andréia Sadi no qual ela afirmava que o projeto de lei que prevê acabar com a multa para crianças fora da cadeirinha em automóveis não deve ser aprovado.

Veja também:

Intraday: Bolsonaro entra em polêmica envolvendo jogador Neymar:

 

Estadão
Publicidade
Publicidade