PUBLICIDADE

Não Caia Nessa

Veja dicas para não cair no 'golpe do brinde'

Abordagem pode ocorrer no dia do aniversário, Dia dos Pais ou das Mães ou até mesmo no Natal

13 out 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Fique atento ao 'golpe do brinde'
Fique atento ao 'golpe do brinde'
Foto: iStock

Um golpe antigo, mas que eventualmente volta a ser notícia cada vez que faz mais vítimas. O chamado 'golpe do brinde' tem chamado atenção após uma reportagem do Fantástico do último domingo, 8, mostrar flagrantes de falsos entregadores em São Paulo.

Embora o golpe não seja uma novidade, há relatos recentes de pessoas que perderam até R$ 2 mil. Independente do meio de abordagem, a forma com que o golpe acontece é similar: os criminosos escolhem a vítima de acordo com a data comemorativa. A abordagem do golpista pode ocorrer no dia do aniversário, Dia dos Pais ou das Mães ou até mesmo no Natal. (saiba como funciona o golpe mais abaixo)

Devido ao aumento de vítimas, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou dicas para evitar que consumidores caiam nessa armadilha dos criminosos.

Veja dicas para não cair no 'golpe do brinde'

► Nunca aceite presentes e brindes inesperados, sem saber quem realmente mandou;

► Não forneça dados pessoais em links enviados pela internet de supostas promoções e é preciso ter muito cuidado ao preencher qualquer cadastro na internet;

► Não digite a senha do cartão em máquinas com visor danificado ou que não seja possível enxergar o valor que está sendo cobrado;

► No campo da senha devem aparecer asteriscos para que mais ninguém consiga visualizar o código pessoal; caso digite e apareçam números, pare imediatamente a transação;

► Ao fazer compras em apps, desconfie quando receber contatos por telefone ou até mesmo se o entregador se apresentar dizendo que houve um problema e que o valor precisa ser pago diretamente na maquininha para ele – e não no aplicativo, como usualmente é feito;

► Nunca entregue o cartão para alguém inserir na maquininha e realizar o pagamento, pois esse procedimento deve ser feito sempre pelo titular do cartão;

► Ao digitar a senha, garanta que ela não esteja visível para qualquer pessoa ao redor;

► Ative o serviço de SMS e de mensagens de alerta para qualquer transação realizada, disponibilizados pelos bancos. Dessa forma a pessoa consegue saber imediatamente que foi vítima de um golpe;

► No caso de o cliente ter sido vítima de algum crime, notifique imediatamente o banco para que medidas de segurança sejam adotadas, como bloqueio do app e senha de acesso; quanto mais rápido acontecer essa comunicação, maior será a possibilidade de recuperação do valor;

► Registre um boletim de ocorrência caso tenha sido vítima de golpe.

Como funciona o 'golpe do brinde'

O golpista contata a vítima por algum meio, seja de forma virtual ou presencial, diz que ela foi premiada com algum brinde ou presente e solicita dados pessoais antes de ir até a vítima. A vítima pensa que ganhou um presente, fornece os dados e o criminoso vai até o local com o suposto brinde – geralmente chocolates ou perfumes.

Na hora de entregar, ele diz que é necessário pagar o frete e apresenta uma máquina de cartão, que normalmente está com visor quebrado. Sem desconfiar da ação do criminoso, as vítimas digitam a senha sem saber o valor realmente cobrado e acabam sendo roubadas. 

Dados que geralmente são solicitados para a aplicação do golpe:

  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
  • Registro Geral (RG);
  • Telefone pessoal;
  • Endereço;
  • Fotos de identificação;

Não caia nessa! Caso for informado que ganhou algum brinde, antes de sair compartilhando dados e endereço, cheque a informação para saber se o prêmio realmente existe e se quem está ofertando é confiável.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade