PUBLICIDADE

Não Caia Nessa

Golpe do brinde: saiba como criminosos agem para roubar dados e dinheiro de vítimas

Pessoas que cometem esse tipo de golpe abordam as vítimas por meios diversos; entenda

9 out 2023 - 16h31
(atualizado às 18h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Embora o golpe seja antigo, há relatos recentes de pessoas que perderam até R$ 2 mil
Embora o golpe seja antigo, há relatos recentes de pessoas que perderam até R$ 2 mil
Foto: Divulgação/Apple / Estadão

Se alguém te procurar oferecendo brindes ou presentes, cuidado: podem ser criminosos querendo roubar seus dados pessoais e dinheiro. O 'golpe do brinde' voltou a fazer vítimas no Brasil. O Fantástico deste domingo, 8, da TV Globo, mostrou flagrantes de falsos entregadores em São Paulo, a maior cidade do País.

Embora o golpe seja antigo, há relatos recentes de pessoas que perderam até R$ 2 mil. Independente do meio de abordagem, a forma com que o golpe acontece é similar: os criminosos escolhem a vítima de acordo com a data comemorativa. A abordagem do golpista pode ocorrer no dia do aniversário, Dia dos Pais ou das Mães ou até mesmo no Natal.

Como funciona o golpe 

O golpista contata a vítima por algum meio, seja de forma virtual ou presencial, diz que ela foi premiada com algum brinde ou presente e solicita dados pessoais antes de ir até a vítima. A vítima pensa que ganhou um presente, fornece os dados e o criminoso vai até o local com o suposto brinde – geralmente chocolates ou perfumes.

Na hora de entregar, ele diz que é necessário pagar o frete e apresenta uma máquina de cartão, que normalmente está com visor quebrado. Sem desconfiar da ação do criminoso, as vítimas digitam a senha sem saber o valor realmente cobrado e acabam sendo roubadas. 

Dados que geralmente são solicitados para a aplicação do golpe:

  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
  • Registro Geral (RG);
  • Telefone pessoal;
  • Endereço;
  • Fotos de identificação;

Não caia nessa! Caso for informado que ganhou algum brinde, antes de sair compartilhando dados e endereço, cheque a informação para saber se o prêmio realmente existe e se quem está ofertando é confiável.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade