Futuros do aço recuam na China após rali; minério de ferro também cai

8 abr 2021
08h03 atualizado às 15h03
0comentários
08h03 atualizado às 15h03
Publicidade

Os futuros do aço na China tiveram leve baixa nesta quinta-feira, recuando após máximas recorde tocadas na sessão anterior, conforme participantes do mercado davam um passo atrás para avaliar se a forte demanda vista nos últimos dias se sustentará.

Vergalhões de aço em Fenyang, China 
28/04/2016
REUTERS/John Ruwitch
Vergalhões de aço em Fenyang, China 28/04/2016 REUTERS/John Ruwitch
Foto: Reuters

Analistas, no entanto, disseram que movimentos para conter a produção siderúrgicas na China-- maior produtora e exportadora global de aço-- devem limitar qualquer recuo nos preços.

O vergalhão de aço para construção na bolsa de futuros de Xangai encerrou o pregão diurno com queda de 0,2%, a 5.115 iuanes (781,39 dólares) por tonelada.

A robusta demanda doméstica na China alimentou um rali nos preços do aço recentemente, junto com preocupações sobre restrições à produção na China devido a políticas ambientais mais apertadas que limitam a capacidade produtiva de siderúrgicas.

Diversas usinas fortemente poluentes no pólo siderúrgico chinês de Tangshan foram submetidas a restrições mais severas de produção que também podem ser impostas em outras áreas.

"Essa é a primeira vez em que o governo chinês está olhando para a indústria de aço de um ponto de vista ambiental e em base nacional", disseram analistas do JP Morgan em nota.

"Estamos vendo perspectivas crescentes de que essas mudanças estruturais levem a melhoras de longo prazo nas margens do aço."

O recuo no aço levou o minério de ferro a recuar, com o contrato de referência na bolsa de commodities de Dalian recuando 0,6%.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade