PUBLICIDADE

Executivo do Outback Brasil nega venda das operações no país, após relatório sugerir o contrário

A Blooming' Brands, responsável pelo Outback no Brasil, publicou um relatório em que diz avaliar a venda das operações

21 mai 2024 - 10h37
(atualizado às 11h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Pierre Berenstein, vice-presidente executivo da empresa responsável pela operação do Outback no Brasil, negou rumores de crise no país e informou haver planos de continuar expandindo a rede com a abertura de mais 20 restaurantes em 2024.
Foto: Divulgação/Outback

Pierre Berenstein, vice-presidente executivo de estratégia global da Blooming' Brands, empresa responsável pela operação do Outback no Brasil, negou que haja algum tipo de crise envolvendo os restaurantes que atuam no País. Em uma publicação, Berenstein disse que há "planos de continuar expandido" a rede no Brasil, mesmo após um relatório da Blooming' Brands sugerir o contrário.

No início do mês, a multinacional publicou um relatório destinado a investidores sobre os resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre de 2024. Em uma observação sobre o Brasil, a Blooming' Brands afirmou estar analisando a possibilidade de venda das operações.

"A Companhia também anunciou que está explorando e avaliando alternativas estratégicas para as operações da Companhia no Brasil que tenham o potencial de maximizar valor para nossos acionistas, incluindo, mas não se limitando a, uma possível venda das operações. O Conselho de Administração contratou o BofA Securities, Inc. como seu consultor financeiro. A Companhia planeja prosseguir tempestivamente, mas não definiu um cronograma definitivo para conclusão deste processo. Não pode haver garantia de que esta revisão resultará numa transação ou outra alternativa estratégica de qualquer tipo. A Empresa não pretende fazer mais comentários públicos sobre a revisão, a menos que determine que a divulgação é apropriada ou necessária", diz o relatório.

Em seu posicionamento, Pierre Berenstein vai no caminho oposto ao expressado pela empresa. "Nossos restaurantes permanecem abertos e acreditamos firmemente que continuarão a prosperar. Em 2023, o resultado operacional ajustado proveniente de operações fora dos Estados Unidos, incluindo o Brasil, foi de US$ 84 milhões. O Brasil representa significante parcela deste resultado internacional. No primeiro trimestre de 2024, em 29 de fevereiro, reportamos 177 restaurantes próprios em operação no Brasil (sendo 159 Outbacks, 16 Abbraccios e 2 Aussies). E temos planos de continuar expandindo", escreveu.

Segundo Berenstein, há a expectativa de inaugurar mais 20 restaurantes em 2024 --sendo que 11 já foram abertos até a segunda semana de maio. "Temos um compromisso inabalável em oferecer uma experiência excepcional e consistente aos nossos clientes. Através de uma estratégia sólida e uma dedicação incansável, estamos empenhados em manter nossas operações em pleno funcionamento, solidificando ainda mais nossa presença e contribuição para o cenário gastronômico brasileiro", finalizou.

O Terra buscou a Blooming' Brands para um posicionamento oficial após o comunicado de Berenstein, e aguarda retorno.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade