1 evento ao vivo

Confira a linha do tempo com as descobertas do pré-sal

31 ago 2009
08h10
  • separator

O petróleo da camada pré-sal começou a se formar com uma seqüência de rochas depositadas no espaço formado pela separação dos continentes americano e africano, que teve início há 150 milhões de anos. Formou-se um grande lago onde foram depositadas as rochas geradoras de petróleo - os rios corriam para esse lago e muita matéria orgânica foi depositada. Com o aumento do lago, começou a entrar água do mar iniciando a deposição de espessa camada de sal, de até 2 m de espessura, sobre a matéria orgânica que se transformou em hidrocarbonetos (petróleo e gás natural).

Desde 1979, a Petrobras vem tentando comprovar a existência de óleo, mas as descobertas não foram significativas até 2005. Desde os primeiros indícios até a exploração comercial, o pré-sal ainda consumiu e vai exigir muito tempo e investimentos. Confira a seguir uma linha do tempo com os principais fatos sobre a maior descoberta recente de petróleo em território brasileiro.

2005
Agosto - São encontrados os primeiros indícios de petróleo no pré-sal na Bacia de Santos, no bloco BM-S-10, próximo a Parati.

2006
Julho - Encontrada uma jazida de óleo leve no bloco BM-S-11 - Tupi.
Outubro - Divulgados os resultados do teste no poço primeiro poço perfurado no BM-S-11 - Tupi.

2007
Março/Junho - Encontradas jazidas de óleo leve no pré-sal do campo de Caxaréu e Pirambu, na Bacia de Campos.
Setembro - Encontrada uma jazida de óleo leve no bloco BM-S-9 (Carioca).
Novembro - Consórcio formado por Petrobras, BG Group e Galp conclui análises do segundo pólo do MS-S-11, na área de Tupi, que indicam volumes recuperáveis entre 5 e 8 bilhões de barris de petróleo e gás natural. A descoberta chama a atenção do mundo para o pré-sal.
Dezembro - Encontrada uma jazida de óleo leve no bloco BM-S-21 (Caramba).

2008
Janeiro - Encontrada uma jazida de gás natural e condensado no bloco BM-S-24 (Júpiter).
Junho - Encontrada jazida de óleo leve em outra região do bloco BM-S-9 (Guará).
Julho - Governo forma uma comissão interministerial para apresentar sugestões de mudanças institucionais e regulatórias para a exploração e produção de petróleo e gás natural na camada pré-sal. Começam as discussões para o novo marco regulatório.
Setembro - Petrobras inicia a produção do primeiro poço do pré-sal em águas profundas, no campo de Jubarte, na Bacia de Campos, que não faz parte da seqüência de descobertas anunciadas desde 2007. Setembro - Petrobras aprova a contratação de dez novas plataformas flutuantes, que produzem, estocam e escoam petróleo, para as áreas do pré-sal na Bacia de Santos.
Setembro - Petrobras anuncia reservas recuperáveis de petróleo e gás natural de 3 bilhões a 4 bilhões de barris no poço Iara do bloco BM-S-11, localizado na bacia de Santos.
Novembro - Estatal termina perfuração de dois poços no litoral do Espírito Santo, que comprovou apresentou volume recuperável de 1,5 bilhões a 2 bilhões de barris de óleo equivalente (boe).

2009
Abril - Consórcio formado pela Petrobras (45%), BG Group (30%) e Repsol (25%), para a exploração do bloco BM-S-9, comprovou a existência de mais uma jazida de petróleo leve na área do poço de Carioca e de Guará.
Maio - Iniciada a produção no Pré-Sal da Bacia de Santos, na área conhecida como Tupi, que tem volume de óleo equivalente (petróleo e gás) recuperável estimado entre 5 e 8 bilhões de barris. Em cerimônia simbólica o presidente Luiza Inácio Lula da Silva recebeu o primeiro litro de óleo da camada pré-sal.
Julho - Petrobras admite que um poço na área BM-S-22, na Bacia de Santos, não possui indícios de óleo, mas afirma que são improváveis as ocorrências de poços secos nessa área do pré-sal.
Agosto - BG Group afirma que poço Corcovado-2, no bloco BM-S-52, perfurado em conjunto com a Petrobras, não contém hidrocarbonetos, apesar de um exame inicial ter sugerido a presença de gás.
Agosto - Governo anuncia novas regras para a exploração de 71% das reservas do pré-sal, que ainda não foram licitadas.

» Investimentos podem chegar a US$ 111 bi


» Governo entrega marco com 1 ano de atraso
» Investidores temem incertezas de novas regras
» Qual o tamanho do pré-sal?

Veja também:

Carro e moto batem em cruzamento de ruas em Toledo
Fonte: Invertia Invertia
publicidade