PUBLICIDADE

Abinee: Confiança do setor sobe 1,7 ponto em julho; 3ª alta consecutiva

21 jul 2021 18h58
ver comentários
Publicidade

A confiança do empresário do setor industrial elétrico e eletrônico cresceu 1,7 ponto em julho em relação a junho, com o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingindo 63 pontos.

Os dados resultam da desagregação das informações do setor eletroeletrônico feita pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) da pesquisa de confiança feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Esse foi o terceiro crescimento consecutivo da confiança do empresário após quatro quedas seguidas, atingindo assim, o maior nível deste ano.

Com o resultado de julho o ICEI da indústria eletroeletrônica permaneceu acima da linha divisória dos 50 pontos, demonstrando crescimento na confiança do empresário industrial do setor. O ICEI varia de 0 a 100 pontos, sendo que valores acima de 50 pontos mostram confiança do empresário industrial e abaixo de 50 pontos apontam falta de confiança.

Na comparação do ICEI de julho com o mesmo mês do ano passado, que foi de 47,3 pontos, houve uma expansão de 15,7 pontos.

"Porém, é importante lembrar que o mês de julho do ano passado pode ser considerado uma base fraca de comparação, uma vez que o Índice de Confiança havia sido afetado fortemente pelos impactos negativos da pandemia de covid-19", ressaltou o presidente da Abinee, Humberto Barbato.

Setores

O crescimento do ICEI do setor no mês de julho decorreu da elevação de 2 pontos na confiança do empresário da área elétrica e do acréscimo de 1,3 ponto da área eletrônica.

Na área elétrica, o ICEI aumentou de passou de 62 para 64 pontos, e na eletrônica passou de 60,6 para 61,9 pontos. Destaca-se que tanto o ICEI da área elétrica quanto da área eletrônica continuam acima dos 50 pontos desde agosto do ano passado, indicando confiança do empresário.

O ICEI da Abinee é composto pelo índice de condições atuais e pelo índice de expectativas. Assim como ocorreu no mês anterior, em julho de 2021 também foram observados incrementos tanto no índice de condições atuais quanto no índice de expectativas.

No primeiro caso, verificou-se elevação de 3,9 pontos, aumentando de 55,8 para 59,7 pontos. No caso do índice de expectativas, a expansão foi de 0,6 ponto, passando de 64,1 para 64,7 pontos. Aqui os dois indicadores também permaneceram acima de 50 pontos apontando confiança do empresário. Isso mostra que mesmo com cautela, os empresários do setor eletroeletrônico esperam que a retomada da atividade continue ocorrendo nos próximos meses.

ICEI da Indústria Geral

O ICEI da indústria geral cresceu 0,3 ponto no mês de julho em relação ao mês imediatamente anterior, atingindo 62,0 pontos. Apesar de modesto, este foi o terceiro aumento consecutivo.

Assim como aconteceu com o setor eletroeletrônico, foram observados incrementos tanto no índice de condições atuais que atingiu 55,7 pontos, quanto no índice de expectativas que alcançou 65,2 pontos, observou Barbato.

De uma forma geral, o ICEI da indústria permanece acima da linha de 50 pontos por 12 meses seguidos, indicando confiança do empresário industrial.

Contato: francisco.assis@estadao.com

Estadão
Publicidade
Publicidade