PUBLICIDADE

Conheça a história do Miss Brasil

Publicidade

No dia 29 de setembro, Fortaleza, no Ceará, receberá o concurso Miss Brasil, que vai eleger a mulher mais bonita do país e representante no Miss Universo 2012. No formato que acontece hoje, como concurso oficial anual, o evento existe desde 1954, quando coroou a baiana Marta Rocha e era realizado em Petrópolis, no Rio de Janeiro, com base nos concursos de beleza existentes nos Estados Unidos.

No ano seguinte, o concurso já era um sucesso e passou a ter transmissão e cobertura da imprensa nacional, tornando-se um dos eventos mais populares do País, graças a parceria com o Diários Associados. Nos ditos "anos dourados" das misses, a década de 60, o Brasil ganhou duas vezes o Miss Universo - Iêda Vargas, em 1963, e Martha Vasconcellos, em 1968 - e se tornou a maior potência da América Latina no ramo.

O evento teve sede no Rio de Janeiro até 1973, quando foi transferido para Brasília, capital do país. A mudança ocorreu porque assim as candidatas poderia ser recebidas pelo presidente, além de metade das conexões de voos do país se dar na capital federal. No final dos anos 70, os concursos de beleza entraram em decadência no páis. Grandes patrocidadores começaram a desistir de apoiar o concurso e a queda do público era vertiginosa após a mudança para Brasília. A Rede Tupi transmitiu o evento ao vivo pela última vez em 1977. Com a concordata do Diários Associados, o SBT assumiu o Miss Brasil e o Miss Universo a partir de 1981.

Marlene Brito assumiu a promoção de concursos de beleza a partir dos anos 90, quando o SBT desistiu de promovê-los. O concurso passou a se chamar The Most of Brazilian Beauty, durante 1991 e 1992. Em 1993, apenas um miss estadual foi eleita, a Miss Rio Grande do Sul Leila Schuster, que foi imediatamente indicada para representar o Brasil no Miss Universo. No ano seguinte, Paulo Max passa a assumir a produção.

Com a proximidade dos anos 2000, o Miss Brasil tomou um novo fôlego, com a entrada da Gaeta Promoções e Eventos, que conseguiu que o concurso voltasse a ser transmitido pela TV. Assim, nos últimos anos, as misses voltaram às graças do público.

Em 2007, o concurso volta a cair no gosto popular, quando a carismática Natália Guimarães, de Minas Gerais, vence e representa o país no Miss Universo, ficando em segundo lugar, igualando uma posição não alcançada desde 1972. Depois dela, Natália Anderle, Larissa Costa e Débora Lyra foram eleitas, sempre com transmissão ao vivo do concurso. A atual miss Brasil é Priscila Machado, do Rio Grande Sul.

A Miss Brasil 2011 deu sequência a uma história de vitórias do Rio Grande Sul no concurso nacional, em que já alcançou 12 primeiras colocações. Minas Gerais, também conhecido por ser um estado de belas misses, teve oito Misses Brasil. Santa Catarina tem sempre bom desempenho, com sete campeãs no total. São Paulo e Rio de Janeiro, com oito e sete vitórias, são destaques.

Durante toda história do concurso, apenas três misses não cumpriram seu reinado até o final. Joseane Oliveira, que participou do BBB, foi desclassificada por ser casada antes de assumir a coroa. Carmen Silva de Ramasco (1967) e Staël Abelha (1961) renunciaram.

Confira a lista de vencedoras:

1954 - Maria Marta Hacker Rocha(BA)
1955 - Emília Barreto Correia Lima (CE)
1956 - Maria José Cardoso (RS)
1957 - Terezinha Gonçalves Morango (AM)
1958 - Adalgisa Colombo(RJ)
1959 - Dione Brito Oliveira (PE)
1960 - Gina MacPherson (RJ)
1961 - Staël Rocha Abelha (MG)
1961 - Vera Maria Brauner Menezes (RS)
1962 - Maria Olívia Rebouças Cavalcanti (BA)
1963 - Iêda Maria Brutto Vargas(RS)
1964 - Ângela Teresa Reis Vasconcelos (PR)
1965 - Maria Raquel Helena de Andrade (RJ)
1966 - Ana Cristina Ridzi (RJ)
1967 - Carmen Sílvia de Barros Ramasco (SP)
1967 - Wilza de Oliveira Rainato (PR)
1968 - Martha Maria Cordeiro Vasconcellos (BA)
1969 - Vera Lúcia Fischer (SC)
1970 - Eliane Fialho Thompson (RJ)
1971 - Eliane Parreira Guimarães (MG)
1972 - Rejane Vieira Costa (RS)
1973 - Sandra Mara Ferreira (SP)
1974 - Sandra Guimarães de Oliveira (SP)
1975 - Ingrid Budag (SC)
1976 - Kátia Celestino Moretto (SP)
1977 - Cássia Janys Moraes Silveira (SP)
1978 - Suzana Araújo dos Santos (MG)
1979 - Marta Jussara da Costa (RN)
1980 - Eveline Didier Schroeter(RJ)
1981 - Adriana Alves de Oliveira (RJ)
1982 - Celice Pinto Marques da Silva (PA)
1983 - Marisa Fully Coelho (MG)
1984 - Ana Elisa Flores da Cruz(SP)
1985 - Márcia Giagio Canavezes de Oliveira (MT)
1986 - Deise Nunes de Souza (RS)
1987 - Jacqueline Ribeiro Meirelles (DF)
1988 - Isabel Cristina Beduschi(SC)
1989 - Flávia Cavalcanti Rebelo(CE)
1991 - Patrícia Maria Franco de Godói(SP)
1992 - Maria Carolina Portella Otto (PR)
1993 - Leila Cristine Schuster (RS)
1994 - Valéria Melo Peris (SP)
1995 - Renata Aparecida Bessa Soares (MG)
1996 - Maria Joana Parizotto (PR)
1997 - Nayla Fernanda Affonso Micherif (MG)
1998 - Michela Dauzacker Marchi (MS)
1999 - Renata Bonfiglio Fan (RS)
2000 - Josiane Oderdengen Kruliskoski (MT)
2001 - Juliana Dornelles Borges(RS)
2002 - Taíza Thomsen Severina (SC)
2003 - Gislaine Rodrigues Ferreira (TO)
2004 - Fabiane Niclotti(RS)
2005 - Carina Schlichting Beduschi (SC)
2006 - Rafaela Köhler Zanella (RS)
2007 - Natália Aparecida Guimarães (MG)
2008 - Natália Anderle (RS)
2009 - Larissa Costa da Silva de Oliveira (RN)
2010 - Débora Moura Lyra (MG)
2011 - Priscila Machado(RS)

Ieda Maria Vagas, Miss Brasil em 1963, e Martha Vasconcellos, coroada em 1968. Ambas venceram o Miss Universo
Ieda Maria Vagas, Miss Brasil em 1963, e Martha Vasconcellos, coroada em 1968. Ambas venceram o Miss Universo
Foto: Divulgação
Fonte: Terra
Publicidade