3 eventos ao vivo

Guia famosa revela os passeios das celebridades em Paris

Edis Lima já mostrou os encantos da Cidade Luz para artistas, youtubers, influenciadores e apareceu em programa na Band

10 jul 2019
09h59
atualizado às 10h07
  • separator
  • 0
  • comentários

“Só existem dois lugares no mundo onde podemos ser felizes: em casa e em Paris”, escreveu o consagrado escritor norte-americano Ernest Hemingway. Morador da capital francesa durante muitos anos, ele teve lançado postumamente um livro que se tornou clássico: Paris é uma Festa.

A brasileira Edis Lima (@beminparis) tem a sorte de ser duplamente feliz, pois sua casa é justamente em Paris.

A fama de guia cultural carismática se espalhou entre os famosos. Os tours renderam boas histórias. Ela contou algumas ao Terra.

Edis Lima e seu ídolo, Gloria Maria: um encontro sonhado desde a infância da guia brasileira
Edis Lima e seu ídolo, Gloria Maria: um encontro sonhado desde a infância da guia brasileira
Foto: Reprodução/Instagram

Como saiu do Tocantins e foi parar em Paris?

Aos 16 anos deixei Araguaína para cursar Administração de Empresas em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, onde também estudei francês. De volta ao Tocantins, já formada, trabalhei por sete anos como tradutora-intérprete com delegações francesas. Tentei muito até conseguir um estágio de trabalho em Paris. Em 2000, a empresa francesa me propôs um contrato permanente.  Desde então, me fixei em Paris e trabalhei inclusive no Ministério das Relações Exteriores da França.

Quais os monumentos de Paris que as celebridades brasileiras mais gostam?

A Torre Eiffel vem em primeiro lugar. Muitas vezes escolhem jantar na própria Torre ou em restaurantes próximos com vista para a Dama de Ferro (apelido do monumento). O Arco do Triunfo, com sua vista para as largas avenidas de Paris, é outra parada obrigatória. E cada vez mais elas se interessam em conhecer as coleções de museus como o Louvre, d’Orsay e Pompidou. 

Os artistas brasileiros que você acompanha são muito abordados por turistas?

Ah, sim! Alguns fãs não ousam abordá-los, enquanto outros não resistem a pedir uma foto. A Gloria Maria, com as filhas em visita ao Museu d’Orsay, por exemplo, foi muito solicitada por admiradores. Uma história curiosa: a modelo Mirella Santos (mulher do humorista Ceará) encontrou uma amiga de infância em plena Galeria dos Espelhos, no Palácio de Versalhes. Ambas ficaram emocionadas e conversaram durante um bom tempo.

Você se divertiu ao guiar o apresentador Ceará e a família?

Acima, Edis com Ceará e  Adriane Galisteu; abaixo, com Maria Fernanda Cândido e o casal Adriana Sant’Anna e Rodrigão
Acima, Edis com Ceará e Adriane Galisteu; abaixo, com Maria Fernanda Cândido e o casal Adriana Sant’Anna e Rodrigão
Foto: Reprodução/Instagram

O que mais me marcou no contato com o Ceará foi perceber a seriedade dele em se concentrar nas visitas, sua curiosidade em descobrir o novo. Ceará interagiu bastante. Foi uma alegria guiá-lo no museu do Louvre, no d’Orsay e em Versalhes. Não resisti em pedir para que imitasse o Silvio Santos e a Marília Gabriela. Me diverti demais! Ele tem mesmo o dom de fazer rir.

Como foi guiar a Adriane Galisteu?

Adorei o contato com a Galisteu desde o primeiro momento por sua leveza e entusiasmo. Na ocasião, ela passava férias em Paris com a família e fez visitas guiadas em museus e também um passeio pelo bairro do Marais. Um ponto alto foi levar a Adriane à exposição Dior, a de maior sucesso em Paris nos últimos anos. Imagine só que dia especial! Foi uma grata surpresa ver o conhecimento que a Galisteu tem sobre história da arte e o interesse em conhecer cada vez mais. Ela e o marido, o empresário Alexandre Iódice, tiveram o cuidado de levar o filho Vittorio a todas as visitas culturais.

Você também já assessorou a Maria Fernanda Cândido, que é casada com um francês, o empresário Petrit Spahira. Como foi a experiência com a atriz?

A Maria Fernanda Cândido conheceu meu trabalho com turismo através do hair stylist Marco Antonio de Biaggi, a quem posso chamar de amigo. A atriz recebia a família dela em Paris pela primeira vez e queria encantá-los, por isso me procurou para um City Tour (um passeio de carro) que apresentasse os principais monumentos da cidade. Me senti honrada em participar de um momento tão valioso e íntimo para ela e os parentes.

Como foi circular por Paris ao lado do padre Fábio de Melo?

Estive pouco tempo com o padre Fábio de Melo, mas o suficiente para sentir sua fortíssima fé. Ele foi muito simpático, tranquilo e ainda me presenteou com uma oração ao nos despedirmos no aeroporto. Um momento ímpar.

A guia cultural com Consuelo Blocker e Costanza Pascolato, Elba Ramalho e o chef vencedor do MasterChef Brasil Profissionais 2018 Rafael Gomes
A guia cultural com Consuelo Blocker e Costanza Pascolato, Elba Ramalho e o chef vencedor do MasterChef Brasil Profissionais 2018 Rafael Gomes
Foto: Reprodução/Instagram

A ex-BBB Adriana Sant’Anna contou num post no Instagram que aprendeu mais sobre Revolução Francesa com você do que na escola. Como foi o convívio em Versalhes?

Eu recebo esse feedback da maioria das pessoas que atendo em razão da minha abordagem descontraída e direcionada. A pessoa acaba entendendo fatos relevantes e consegue inseri-los num contexto cronológico, mergulha de fato na riqueza da história da França. A Adriana Sant’Anna é vibrante, atenta e interessada em tudo. Foi um grande prazer apresentar Versalhes a ela e ao Rodrigo, seu marido. Ambos ficaram impressionados com a beleza e a grandeza dos jardins de Versalhes, mesmo fazendo o passeio numa manhã de vento gelado.

A influencer Consuelo Blocker e a consultora Constanza Pascolato estão entre as mulheres mais chiques do Brasil. O que viram juntas sobre moda em Paris?

Eu já era leitora assídua do Consuelo Blog. Ao ver as constantes vindas da Consuelo Blocker para a Fashion Week de Paris, decidi propor a ela uma passeio guiado pelo Marais. Quis mostrar a riquíssma história do bairro e os endereços bacanas para compras. Ela adorou. Comprou óculos de grau que usa até hoje. Quando Consuelo me apresentou a Constanza Pascolato, montei um roteiro especial por endereços alternativos de lojas, fora do eixo Montaigne-Saint-Honoré. Estivemos, por exemplo, em duas lojas que elas ainda não conheciam e adoraram, a Merci, uma concept-store do Alto Marais, e a loja da designer e decoradora Sarah Lavoine, que tem uma curadoria incrível de objetos de decoração de interiores e tecidos. Ė um presente ter a oportunidade de estar regularmente com essas mulheres admiráveis e inspiradoras, que conhecem lugares excepcionais no mundo. Estou sempre pesquisando novidades para surpreendê-las.

Em 2017, você fez um post emocionado a respeito da Gloria Maria. Como foi o encontro de vocês?

Cresci vendo meus pais admirarem o trabalho da Gloria Maria. Não se cansavam de enaltecer sua coragem e desenvoltura nas reportagens. Ambos me transmitiram esse olhar de amor e respeito por ela. Logo em meu primeiro contato com a Gloria, quebrei o protocolo e corri para abraçá-la como se já nos conhecêssemos a vida toda. Tive o prazer de guiá-la no Museu d’Orsay, junto das filhas Maria e Laura, duas riquezas. Nesse dia mágico e emocionante deixei de almoçar e nem percebi (risos). Imagina, eu guiando meu ídolo! Na verdade, a emoção representava mais do que um encontro. Era a materialização de sentimentos! Poder contribuir com uma pessoa que tanto admiro. Naquele dia eu estava ali, diante dela, oferecendo exatamente aquilo sempre chamou a atenção de meus pais: profissionalismo e coragem. Quando penso na Gloria, penso com o coração, e fico feliz em ter tido a oportunidade de dizer isso a ela pessoalmente. A determinação da Gloria Maria sempre me servirá de bússola.

A guia favorita dos famosos com Rodrigo Ruas na tela da Band; abaixo, ao lado do youtuber Lucas Estevam e do estilista Reinaldo Lourenço
A guia favorita dos famosos com Rodrigo Ruas na tela da Band; abaixo, ao lado do youtuber Lucas Estevam e do estilista Reinaldo Lourenço
Foto: Reprodução/Instagram

Já esteve no restaurante Itacoa, do chef Rafael Gomes, vencedor do MasterChef Brasil Profissionais 2018?

Conheci o chef Rafael Gomes no Festival de Gastronomia Taste of Paris, em 2016, e a primeira impressão foi a melhor. Além de talentoso, ele é determinado e não mede esforços para aperfeiçoar sua culinária, que já é incrível. Adoro gente assim. Me emociona vê-lo conquistar espaço numa capital gastronômica como Paris. Tornei-me habituée do Itacoa, que propõe uma cozinha inventiva e saborosa, culinária mediterrânea com toque de brasilidade.

Como foi assessorar as gravações do programa Viagens ao Redor do Mundo, da Band, com o apresentador Rodrigo Ruas?

Recebi o convite do Rodrigo Ruas para participar de seu programa com um misto de surpresa e curiosidade. Foi a minha primeira experiência desse tipo e precisei de 24 horas para pegar o jeito versátil de gravar. Percebi que o formato de TV requer um timing bem diferente dos Stories do Instagram, com os quais estou habituada. Ao final do terceiro dia de gravações eu já tinha me adaptado ao ritmo ágil do Rodrigo. Ter participado do programa me proporcionou grande visibilidade e até mesmo o reencontro com pessoas que me conheciam no Brasil, mas não sabiam do meu trabalho no turismo em Paris. 

Você também apresentou atrações de Paris ao youtuber de turismo Lucas Estevam, do Estevam pelo Mundo. Como foi?

O Estevam e eu nos aproximamos através da revista Z Magazine, de Campinas (interior paulista). Nós somos colunistas da publicação. Já é a quarta vez que ele vem a Paris e me elege como sua guia oficial. Uma vez, chegando para guiá-lo no Louvre, ele estava acompanhado de uma amiga finlandesa que entendia pouco português e me perguntou se eu podia guiar em inglês. Estevam e a amiga estrangeira curtiram muito a visita.

Edis Lima diante de pontos turísticos preferidos dos brasileiros: a Torre Eiffel, o Palácio de Versalhes e o Arco do Triunfo
Edis Lima diante de pontos turísticos preferidos dos brasileiros: a Torre Eiffel, o Palácio de Versalhes e o Arco do Triunfo
Foto: Reprodução/Instagram

Dicas de Paris aos turistas brasileiros:

Onde se come o melhor crème brûlée: No restaurante La Fontaine de Mars, localizado numa rua charmosa perto da Torre Eiffel, e que ficou conhecido pela presença do ex-presidente americano Barack Obama. Cozinha tradicional francesa da melhor qualidade. Délicieux! (129, rue Saint Dominique).

Seu bistrô preferido: Les Papilles é um bistrô tradicional perto do Jardim de Luxemburgo. Cozinha gastronômica com aquele toque de comida caseira. É um lugar pequeno, aconhegante e com excelente carta de vinhos. Recomendo fazer reserva com antecedência. (30, rue Gay-Lussac)

A doceria favorita: Adoro os doces do pâtissier Sébastien Gaudard, adepto da pâtisserie tradicional. O cardápio é composto de grandes clássicos vintage, com cheiro de receitas da vovó. O chocolate quente da casa é delicioso. (1, rue des Pyramides)

Um bar de hotel 5 estrelas para tomar um drink: O mítico bar do hotel Lutetia, que leva o nome de uma de suas célebres clientes, a cantora Josephine Baker. Ela marcou a história do hotel, assim como outras personalidades (o escritor Ernest Hemingway, o pintor Pablo Picasso, o escritor James Joyce, presidentes franceses). O bar possui um afresco no estilo art déco e atmosfera ao mesmo tempo elegante e descontraída. (23, rue de Sèvres)

Um lugar  pouco conhecido dos brasileiros e que vale a pena visitar : O Pavillon de l’Arsenal é o centro de informação, documentação e exposição do Urbanismo e da Arquitetura de Paris.  Além de exposições temporárias, pode-se ver a exposição permanente que retrata a construção e a evolução do tecido urbano de Paris ao longo dos séculos. (21, boulevard Morland)

O vinho francês que seu marido, o sommelier Pascal Gesret, recomenda comprar em Paris: O Pascal recomenda uma referência da Borgonha, uma das regiões viticultoras mais prestigiadas da França: o Côte d’Auxerre, Domaine Goisot, branco ou tinto, que pode ser encontrado na cave da loja La Grande Épicerie de Paris. (38, Rue de Sèvres)

Onde fazer um piquenique na cidade: Muitas pessoas gostam do Champs de Mars, perto da Torre Eiffel, mas eu prefiro fazer no Jardim de Luxemburgo. Agora, no verão, autorizam piquenique numa parte extremamente agradável do jardim, onde as famílias com crianças podem aproveitar outros espaços do Luxemburgo.

O melhor lugar para comprar roupas sem estourar o cartão de crédito: A rue de Rivoli é uma artéria central de Paris. Nela, entre o Louvre e o Hôtel de Ville, estão concentradas lojas de marcas internacionais como Gap, Mango, H&M e Zara. Perto do Hôtel de Ville também podem ser encontrados alguns brechós e marcas francesas intermediárias na loja de departamentos BHV.

Um lugar no conceito bom e barato em Paris: O crepe é uma das estrelas da culinária francesa tradicional. Creperias tradicionais são uma opção para comer bem e barato. Em Paris, o bairro de Montparnasse concentra várias delas na rue du Montparnasse. Em Saint-Germain-des-Prés, recomendo a Crepêrie des Canettes. (10, Rue des Canettes)

Veja também:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade