0

Rússia e Estônia dominam primeira semifinal do Eurovision

19 mai 2015
20h44
atualizado às 20h47
  • separator
  • 0
  • comentários

A primeira semifinal do 60º festival de Eurovision, realizada nesta terça-feira em Viena, terminou hoje com a surpreendente eliminação do grupo finlandês de punk PKN, e com a esperada classificação de outros favoritos, como Rússia e Estônia.

A estrela russa Polina Gagarina teve sem dúvida a atuação mais chamativa e espetacular da noite, e se classificou sem problemas com a canção "A Million Voices".

Ao contrário do ano passado em Copenhague, a representante russa neste festival não foi vaiada pelo público por causa da crise da Ucrânia.

Também se classificaram sem problemas o duo estoniano formado por Elina Born e Stig Rästa, com "Goodby To Yesterday" e o belga Loic Nottet, com "Rhythm Inside", ambos estavam entre os 12 favoritos nas apostas.

Os grandes ausentes na final de sábado serão os finlandeses do grupo punk Pertti Kurikan Nimipäivät (PKN), formado por quatro músicos com deficiências intelectuais.

Os escandinavos, cuja canção "Aina Mun Pitää" foi a mais curta na história do festival com apenas um minuto e 40 segundos, estavam até hoje entre os seis favoritos nas casas de apostas.

Se classificaram hoje para a final a albanesa Elhaida Dani, com "I'm Alive", a grega Maria Elena Eyriakou com "One Last Breath", e a húngara Boogie com "Ears for Nothing".

O grupo armênio "Genealogy", formado por seis cantores de origem armênia de cinco continentes, se classificou com "Face the Shadow", canção que faz referência ao genocídio armênio no Império Otomano, que completou 100 anos este ano.

Também superou o corte de hoje a opulenta e explosiva sérvia Bojana Stamenov, com "Beauty Never Lies", e o grupo romeno "Voltaj", com a canção "Da Capat" que relata o destino de milhões de crianças que crescem na Romênia sem seus pais, que emigram para outros países para trabalhar.

A georgiana Nina Sublatti também cumpriu as expectativas e entrou na lista para a final do Eurovision, no domingo.

Além dos dez classificados de hoje, disputarão a final os dez ganhadores da segundo semifinal, de quinta-feira, dos "cinco grandes" (Alemanha, França, Itália, Espanha e Reino Unido), da anfitriã Áustria e do convidado Austrália.

Além da Finlândia, ficaram de fora Belarus, Dinamarca, Moldávia, Holanda e Macedônia.

A segunda semifinal, quinta-feira, tem um grande favorito, o sueco Mans Zelmerlow, mas também o azerbaijano Elnur Huseynov, sétimo nas apostas.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade