PUBLICIDADE

Chrystian, da dupla com Ralf, morre aos 67 anos

Artista que fez sucesso na música sertaneja faleceu em São Paulo devido a complicações renais

20 jun 2024 - 02h44
(atualizado às 17h29)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Instagram/Chrystian / Pipoca Moderna

O cantor Chrystian, que fez sucesso numa dupla sertaneja com o irmão Ralf, morreu aos 67 anos na noite de quarta-feira (19/6), em São Paulo. Ele teve parada cardíaca e chegou a ser transportado de helicóptero da Polícia Militar até o Hospital Samaritano, mas acabou não resistindo. O artista sofria de rim policístico, um distúrbio hereditário que faz grupos de cistos se desenvolverem no órgão.

Em nota, a família lamentou a partida do artista e relembrou seu amor pela música, profissão que abraçou ainda na infância. "Com imenso pesar, a família e a equipe de Chrystian comunicam o falecimento do nosso querido esposo, pai e artista, ocorrido no Hospital Samaritano, em São Paulo. Chrystian dedicou 60 anos de sua vida à música sertaneja, construindo uma carreira brilhante e marcada por inúmeros sucessos. Sua voz inconfundível e sua paixão pela música trouxeram alegria e emoção aos fãs em todo o Brasil", diz o comunicado.

O começo da carreira

O goiano José Pereira da Silva Neto iniciou sua carreira musical ainda na infância, cantando com a família em serestas. Achando que ele e o irmão levavam jeito para a música, a família se mudou para São Paulo, onde os dois se apresentavam em festas, programas de rádio e até na TV, chamando a atenção por suas vozes harmoniosas e talento precoce. Eles chegaram a gravar compactos como Charles & Ralf.

Contratado no início da década de 1970, o jovem Zezinho, como era conhecido, logo iniciou sua carreira solo, passando a cantar em inglês sob o pseudônimo de Chrystian. Ele fez grande sucesso com a música "Don't Say Goodbye", que foi tema romântico de Tarcísio Meira e Gloria Menezes na novela "Cavalo de Aço" (1973), da TV Globo, e ficou 19 semanas em primeiro lugar nas paradas de sucesso do Brasil.

Durante esta época, muitos cantores brasileiros gravavam músicas em inglês, fingindo ser americanos, e Chrystian foi um deles. Por isso, no começo, ele não podia aparecer na televisão para que não soubessem que se tratava de um artista brasileiro. Mas o segredo não durou muito tempo, assim como a tendência de gravações em inglês. A mudança no mercado o levou a voltar às suas raízes, formando uma dupla com o irmão.

Sucesso com a dupla Chrystian & Ralf

A dupla Chrystian & Ralf, formada no início dos anos 1980, conquistou grande sucesso no cenário sertanejo brasileiro. Lançaram diversos álbuns, incluindo "Quebradas da Noite" (1983) e "Chora Peito" (1986), que lhes rendeu discos de ouro e platina. A dupla se destacou por suas harmonias vocais e por inovar no gênero sertanejo, incluindo elementos de pop e rock em suas músicas.

Apesar do sucesso, os irmãos se separaram em 1999, mas a briga foi curta. Eles voltaram a se reunir em 2001, continuando a lançar álbuns e fazer shows até a separação definitiva em 2021, quando Chrystian decidiu seguir carreira solo.

Últimos anos e vida pessoal

Chrystian foi casado com a cantora Gretchen por um curto período e, desde 1995, era casado com Key Vieira, com quem teve dois filhos, João e Lia.

Ele estava se preparando para um transplante de rim, que seria doado por sua esposa. A cirurgia estava marcada para março, mas foi adiada para o final do ano devido a problemas de saúde do cantor. Durante os exames pré-operatórios, Chrystian precisou ser submetido a um cateterismo, o que exigiu o uso de medicação anticoagulante por seis meses, impossibilitando a realização da cirurgia de transplante durante este período.

Seu último show foi realizado no domingo (16/6) em Araras, interior de São Paulo.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade