PUBLICIDADE

David H. DePatie (1929-2021)

14 out 2021 18h31
| atualizado às 18h37
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/MUBI / Pipoca Moderna

O gigante das animações David Hudson DePatie morreu de causas naturais aos 91 anos, no dia 23 de setembro, mas a informação só foi publicada nesta quinta (14/10) pela revista americana Variety. Entre outros projetos, ele foi responsável pela criação de nada menos que a Pantera Cor de Rosa.

O personagem foi a primeira criação do estúdio formado por DePatie em 1963, após o fechamento da Warner Bros. Cartoons, braço animado da Warner que o produtor comandava até então - e por onde lançou muitos desenhos dos "Looney Tunes".

Ele tinha acabado de se juntar ao colega Friz Freleng para fundar a DePatie-Freleng Enterprises (DFE) quando o cineasta Blake Edwards o procurou para desenvolver a abertura animada do filme "A Pantera Cor de Rosa".

O sucesso do filme de 1963 rendeu várias continuações com aberturas animadas por DePatie e Freleng, além de um contrato da DFE com a United Artists, estúdio original da franquia, para o desenvolvimento de uma série de curtas com a Pantera Cor de Rosa para o cinema. O primeiro desses curtas, "A Pantera Pinta o Sete", venceu o Oscar em 1965.

A DFE também desenvolveu a abertura animada da série "Jeannie É um Gênio" em 1965, chamando atenção dos canais de TV dos EUA.

A Pantera Cor de Rosa ganhou sua própria série televisiva em 1969, que abriu as portas para inúmeras outras atrações, como "Bom-Bom e Mau-Mau", "Grump, o Feiticeiro Trapalhão", "As Aventuras do Doutor Dolittle", "Missão Quase Imprevisível", "Os Caretas", "Os Cometas", "Meu Amigo, O Tubarão", a cultuada "De Volta ao Planeta dos Macacos", baseada na franquia cinematográfica "Planeta dos Macacos", o revival de "Mr. Magoo", especiais de personagens infantis do Dr. Seuss, como o Grinch, o Gato de Cartola e o Lorax, e adaptações dos quadrinhos da Marvel, incluindo "O Quarteto Fantástico" e "Homem-Aranha".

Em pouco tempo, a DFE passou a disputar com a Hanna-Barbera e a Filmation o domínio da programação de desenhos animados dos EUA nos anos de 1970. Mas logo a Marvel quis ter seu próprio estúdio de animação, com o objetivo de acabar com a terceirização da produção. Ao receberem uma proposta milionária, DePatie e Freleng venderam seu negócio para a editora de quadrinhos em 1981.

Freleng voltou a trabalhar com a Warner, mas DePatie continuou à frente da rebatizada Marvel Productions, produzindo desenhos como "O Incrível Hulk" e "Homem-Aranha e Seus Amigos", até ser substituído em 1984, dois anos antes da Marvel ser vendida para a New World.

Ao sair da Marvel, DePatie reviveu seu antigo estúdio para lançar "Os Filhos da Pantera Cor de Rosa". Mas a animação não fez muito sucesso em seu lançamento em 1985, levando o produtor a optar pela aposentadoria precoce. Desde então, ele vivia dos direitos de exploração da Pantera Cor de Rosa em novos projetos.

Lembre abaixo a primeira animação da Pantera Cor de Rosa, feita para o filme que iniciou a franquia em 1963.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade