1 evento ao vivo

Mary Poppins está de volta: e agora é para ficar!

Novo filme da babá mais incrível da história e chega aos cinemas no Natal deste ano.

5 mar 2018
14h57
atualizado em 8/3/2018 às 09h11
  • separator
  • comentários

Dentre as surpresas da noite do Oscar, que aconteceu no domingo (4), está o primeiro teaser de O Retorno de Mary Poppins, filme da Disney que traz de volta a personagem clássica vivida por Julie Andrews, dessa vez interpretada por Emily Blunt.

Emily Blunt como a nova Mary Poppins
Emily Blunt como a nova Mary Poppins
Foto: Divulgação / Walt Disney Pictures

Tudo está presente no teaser: a clássica trilha sonora, uma cenografia inspirada no filme original e claro, a pipa. Até o divertido limpador de chaminés Jack aparece, agora na atuação de Lin-Manuel Miranda.

Na nova trama, a babá mais fantástica de todos os tempos volta para devolver a alegria aos Banks, que agora estão bem crescidinhos e com filhos. O filme se passa na década de 1930 e mostra uma Londres em plena depressão. Por isso mesmo, a magia de Poppins faz toda a diferença no ambiente.

Para se preparar para a estreia do filme você pode mergulhar na magia de Mary Poppins assistindo a dois filmes da Disney.

O primeiro, você deve imaginar, é o clássico original. Mas eu digo que não é. Vamos inverter as coisas! A dica é assistir ao filme Walt nos Bastidores de Mary Poppins, onde um inspirado Tom Hanks interpreta Walt Disney tentando convencer a autora P.L. Travels a ceder os direitos de Poppins para a adaptação cinematográfica.

Vivida por Emma Thompson (deslumbrante no papel), a autora revela odiar Disney e suas fantasias, o que nos permite ver momentos engraçadíssimos como a descoberta de dezenas de pelúcias do Mickey no seu quarto de hotel. O filme, claro, pinta Walt como um sonhador sem defeitos, mas o talento de Tom Hanks faz esse detalhe ficar pequeno diante da obra.

O destaque vai para os momentos de flashback onde vemos a relação da autora com sua criação. Cenas angustiantes que arrancam lágrimas e mostram o que há por trás de um coração aparentemente sem sentimentos.

Depois de ver a luta de Disney para conseguir o "sim" de P.L. Travels, nada melhor que encantar-se com Julie Andrews e Dick Van Dyke no filme de 1964. Musical e cheio de efeitos inovadores para a época, o filme envelheceu bem e encanta adultos e crianças ao mostrar uma jovem e encantada babá salvando a família Banks de uma tristeza sem fim.

Ao longo de pouco mais de duas horas, vemos animações, danças e uma Andrews em seu auge. Pura magia.

Depois desse vôo mágico, prepare o coração, faça uma pipa voar, coloque um pouco de açúcar no remédio para ele descer melhor e aguarde até 20 de dezembro: Mary Poppins voltou pra ficar!

 

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade