1 evento ao vivo

Em 1995, roqueiros gravaram CD de músicas de desenho animado

28 fev 2019
21h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nos EUA, por muito tempo foi tradição os desenhos animados serem exibidos nos sábados pela manhã. Muitas vezes, em esquema de sindicância – isto é, os desenhos ficavam trocando de emissora após o período de exibição. É mais ou menos como se a Globo passasse Bob Esponja e depois ele fosse para o SBT (opa!).

Apostando nessa tradição, o produtor Ralph Sall, da MCA, juntou uma bela turma de artistas underground para cantar o tema de abertura de desenhos clássicos. Surgiu assim o Saturday Morning – Cartoon’s Greatest Hits, lançado em 1995. O álbum vinha acompanhado de um gibi da Marvel, além uma fita VHS com clipes musicais apresentados por Drew Barrymore. O álbum vendeu mais de 500.000 cópias nos Estados Unidos. O sucesso foi tanto que logo ficou fora de catálogo, sendo um item bem cobiçado pelos colecionadores. O álbum foi lançado no Brasil, também pelo selo MCA, em 1996.

Foto: Reprodução

No lineup, nomes famosos do rock, como os Ramones, se juntaram a grandes ícones do underground, como Reverend Horton Heat, Butthole Surfers, Violent Femmes, Sublime, Juliana Hatfield, Liz Phair, Helmet, entre outros. O pop de FM, representado por Collective Soul e Semisonic, também se fez presente nesta homenagem.

Prestes a se aposentarem, o grande destaque do disco fica para a música gravada por Joey Ramone e sua turma: o tema de abertura do Homem-Aranha dos anos 1960, clássico dos clássicos.



O Reverend Horton Heat gravou uma versão pesadona e psicodélica do tema de Jonny Quest mesclado com a abertura de Máquinas Voadoras (Pegue o pombo!), outro dos pontos altos do disco.

As meninas mandaram muito bem. Juliana Hatfield, ex-Lemonheads, juntamente com Tanya Donelly, gravou uma versão muito bacana da abertura de Josie & As Gatinhas. Liz Phair, juntamente do Material Issue, fez muito marmanjo chorar com a abertura dos doidões Banana Splits, em uma versão para pogar bonito com os amigos.





Já na área canina, os Butthole Surfers homenagearam o Vira-Lata, o cachorro voador. E o cão lutador Hong Kong Fu ganhou uma nova abertura, com o sacolejante som do Sublime.



O pop fácil encontrou seu espaço, com o Collective Soul gravando a abertura do seriado Bugaloos. Sugar Sugar, clássico do Archie, ficou a cargo de Mary Lou Lord juntamente da rapaziada do Semisonic, que na época ainda não tinham estourado com o sucesso Closing Time. A baladinha de Scooby Doo, Where Are You? ganhou nova roupagem com Matthew Street, e é daquelas para ficar grudada na cabeça o dia todo.



Os animes também ganharam nova versão. O Helmet gravou a abertura de Gigantor, nome ocidental de Tetsujin-28, que chegou a ser exibido no Brasil ainda nos anos 1960. E a clássica abertura de Speed Racer ganhou ainda mais velocidade (!) nas mãos da galera do Sponge.  

Duas das famílias mais famosas dos desenhos animados também estavam presentes. Os Jetsons foram homenageados pelos Violent Femmes, e os Flintstones ganharam uma delicada versão de Open Up Your Heart and Let the Sun Shine In pelo grupo australiano Frente!.





Saturday Morning – Cartoon’s Greatest Hits é item obrigatório na prateleira de qualquer fã de desenho animado ou de rock alternativo dos anos 1990. Caso você não tenha, dê uma garimpada em algum sebo. Vale a pena ir atrás dessa pérola.

Conhece mais alguma banda famosa que gravou versões de aberturas de desenho animado? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

Veja também:

Cyberpunk ganha novo capítulo de polêmicas
Geek
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade