PUBLICIDADE

Cheiro de café melhora a concentração, aponta estudo

Muitas horas no computador ou jogando videogame? Toma um cafezinho que ajuda.

17 jan 2019 14h19
ver comentários
Publicidade

Pesquisadores do Instituto Stevens de Tecnologia sugerem que apenas o cheiro de café faz com que as pessoas tenham um desempenho melhor em tarefas, como o teste de Aptidão de Graduação usado normalmente para ser admitido em graduações nos EUA.

A ideia é que sentir apenas o cheiro do café estimula regiões do cérebro semelhantes as que são estimuladas quando você realmente bebe uma xícara da bebida.

"Não é só que o cheiro de café ajudou as pessoas a se saírem melhor em tarefas analíticas, o que já era interessante", disse a chefe do estudo Adriana Madzharov, professora da Stevens School of Business, em um comunicado. "Mas eles também pensaram que se sairiam melhor, e demonstramos que essa expectativa era, pelo menos em parte, responsável por esse melhor desempenho."

Foto: Byteorder / Visualhunt.com / CC BY-NC-ND

Ao trabalhar em parceria com a Temple University e Baruch College, Madzharov administrou uma prova com 10 questões de álgebra com 100 estudantes não graduados, divididos em dois grupos.

Em uma das salas, havia o cheiro de café. Na outra, não havia cheiro algum. E a sala com a essência de café atingiu um resultado significantemente melhor.

Durante uma outra enquete com 200 novos participantes, eles disseram que se sentem mais energéticos com a presença do cheiro de café.

"O olfato é um dos nossos sentidos mais poderosos", disse Madzharov. “Empregadores, arquitetos, desenvolvedores de edifícios, gerentes de espaço de varejo e outros podem usar aromas sutis para ajudar a moldar a experiência dos funcionários ou dos ocupantes com seu ambiente. É uma área de grande interesse e potencial. ”

A pesquisadora agora está explorando o efeito placebo do café em outros tipos de desempenho, como o raciocínio verbal.

(*) Flávio Croffi é editor do site Geekness

Geek
Publicidade
Publicidade