PUBLICIDADE

"Busco cuidar da minha mente", diz Alinne Rosa sobre pressão estética na carreira

Cantora baiana celebra 10 anos de carreira solo neste carnaval e prioriza cuidado com a saúde mental

1 fev 2024 - 05h00
(atualizado às 14h23)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A cantora baiana Alinne Rosa celebra o marco de 10 anos de carreira solo e relata como o processo foi um "divisor de águas", em entrevista exclusiva ao Terra. A artista revela como lida com as imposições estéticas e adianta novidades para a folia.
Alinne Rosa vai desfilar com o bloco O Vale no Circuito Dodô (Barra-Ondina)
Alinne Rosa vai desfilar com o bloco O Vale no Circuito Dodô (Barra-Ondina)
Foto: Romario Carva/Divulgação

Artista confirmada no carnaval de Salvador, a cantora Alinne Rosa celebra o marco de uma década de carreira solo e diz se sentir ainda mais livre em suas decisões. Em entrevista exclusiva ao Terra, a artista baiana fala sobre como o processo influenciou na sua percepção e autonomia enquanto artista.

“Meu balanço é positivo e real. Acho que eu atingi esse nível de troca com meus fãs. Completo 10 anos em carreira solo neste carnaval e esse foi um divisor de águas pra mim. Busquei minha liberdade, descobri prazeres e sigo cercada deles”, afirma.

Aos 41 anos, Alinne conta que a maturidade contribuiu para a forma como lida com as críticas e imposições estéticas impostas ao longo de sua trajetória. A baiana, famosa pelos figurinos elaborados e vibrantes, adianta que a produção deste ano está ligada ao signo de áries, já que o Zodíaco é o tema do seu bloco O Vale, que desfila no Circuito Dodô (Barra-Ondina), no dia 10 de fevereiro. 

“É um processo que passa longe de ser linear, né? Porque nós, mulheres, estamos sempre lidando com pressão estética, olhares de julgamento. Hoje eu cuido do meu corpo para me sentir bem e, principalmente, busco cuidar da minha mente. Essa é a minha prioridade: cuidar dessa cabecinha aqui”, pontua. 

A mudança na carreira, segundo ela, também impulsionou a vontade de transformar seus sentimentos e vivências em novas músicas. A artista se manteve por 10 anos como vocalista da banda Cheiro de Amor.  

“Desde que fui para a carreira solo, tomei coragem de escrever o que sinto, compor. Às vezes, escrevo a música inteira em uma legenda de uma foto e os fãs já catam que vem coisa ali.”

Para o carnaval deste ano, Alinne aposta na autoral "Corpo Elétrico" para animar os foliões. O axé chegou às plataformas de música na última sexta-feira, 26. “'Corpo Elétrico' eu escrevi para os meus fãs, para o bloco O Vale. Eu sei que eles esperam uma música pulsante para o nosso encontro no carnaval”, destaca.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade