0

Itália celebra centenário de Alberto Sordi com exposição

Diversas ações visam lembrar um dos maiores do cinema italiano

15 jun 2020
16h03
atualizado às 16h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Alberto Sordi (1920-2003), um dos maiores expoentes do cinema italiano, será homenageado com uma mostra especial em sua antiga casa em Roma, a partir do dia 16 de setembro, anunciou o governo da capital italiana nesta segunda-feira (15) - data em que se recorda o centenário do nascimento do artista.

A exposição, feita em parceria com a Associação que leva o nome do ator, deveria ter sido inaugurada em março, mas por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), precisou ser adiada. Para a prefeita de Roma, Virginia Raggi, Sordi "é um símbolo de Roma e da vida dos romanos".

A mostra, que seguirá as novas normas sanitárias no país, contará com testemunhos de Carlo Verdone e Christian De Sica.

Além da mostra, um selo com a imagem do artista foi lançado nesta segunda-feira no país e pode ser comprado pelos italianos.

O ator, diretor e roteirista nascido na capital italiana é dono de uma vasta carreira cinematográfica e recebeu inúmeros prêmios por sua capacidade única na sétima arte. Entre os principais, estão um Leão de Ouro pela carreira do Festival de Veneza, em 1995, um Globo de Ouro por sua atuação no filme "Il diavolo", em 1964, e um Urso de Prata de melhor ator por "Detenuto in atteso di giudizio" na edição de 1972 do Festival de Berlim.

Sordi foi protagonista de filmes que marcaram a história do cinema italiano e criou uma série de personagens que entraram para a memória da Itália.

O diretor da Fundação Alberto Sordi, Ciro Intino, afirmou que o artista, além de sua ligação indissolúvel com a capital italiana, também tem a generosidade como uma de suas principais características. Uma dessas ações, era um sonho de construir um "projeto social e de saúde dedicado à melhora das condições de vida dos idosos".

Veja também:

Parque de ferromodelismo é inaugurado sob pista de esqui na Alemanha
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade