PUBLICIDADE

Iniciativas fazem das favelas um polo de tecnologia no RJ

Projetos sociais, muitas vezes criados pelos próprios moradores alavancam a produção de tecnologia e transformam vidas nas favelas

10 jun 2022 - 05h00
Ver comentários
Publicidade
Favela Conectada
Favela Conectada
Foto: Reprodução

O ambiente das favelas, está prestes a ter uma nova classificação no imaginário popular, isso, porque ao detectar as falhas ocasionadas pela falta de tecnologia nas periferias, moradores têm dado seus próprios passos em mudar a realidade das comunidades.

As iniciativas sociais são tímidas, mas estão acontecendo, em geral, em forma de qualificação profissional, ou efetivamente por meio da integração de tecnologias que facilitem a vida dos moradores.

Esse movimento foi o estopim para que algumas marcas percebessem a falta de investimento público e privado nas periferias e, começassem enfim a agir junto das iniciativas já presentes para mudar este cenário.

Espaço Cultural Fazendo Arte

Exemplo dessas iniciativas conjuntas, o Espaço Cultural Fazendo Arte, localizado no Morro do Turano, no Rio Comprido, Rio de Janeiro, tornou-se parceiro do Include, programa social que conta com parcerias para implantar ou viabilizar Laboratórios de Tecnologia em comunidades de todo Brasil e, a partir disso, incluíram na lista de cursos ofertados gratuitamente no Fazendo Arte, o curso de Robótica.

Curso de Robótica - Espaço Cultural Fazendo Arte - Morro do Turano RJ.
Curso de Robótica - Espaço Cultural Fazendo Arte - Morro do Turano RJ.
Foto: Divulgação

 

Evandro Machado, presidente fundador da ONG, comentou sobre a implantação específica do curso de Robótica. “É sempre uma expectativa muito grande a cada turma, a cada novos alunos. Por exemplo, na primeira turma, nós tivemos um garoto que ele era especial e foi maravilhoso. O garoto era muito inteligente e é uma mistura muito boa porque a gente consegue ver o quanto as crianças progridem, e o quanto aprendem com a robótica. Então você usa robótica para trabalhar a cidadania, trabalhar o respeito e trabalhar os direitos humanos. É um trabalho muito bacana que a gente faz junto aqui no Fazendo Arte com o Include”, disse Evandro a nossa equipe.

Sobre o aprendizado técnico do curso que é destinado principalmente à crianças e adolescentes, mas não exclui pessoas fora da faixa etária estipulada caso restem vagas, Evandro Salienta. “No currículo programático do curso as crianças passam por um aprendizado técnico, aprendem a fazer maquetes e a criar robôs, além de lidarem diretamente com automação”, explica.

 

Gerando Falcões

Já conhecido por muitos, o Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que nasceu na favela e, atua diretamente na transformação social do ambiente.

Dentre os diversos projetos do Gerando Falcões podemos destacar o Favela 3D, por meio dele foi possível criar uma sede comunitária na Favela dos Sonhos, em Ferraz de Vasconcelos, cidade da Grande São Paulo, atuando assim na promoção de assistência social, educação e capacitação para as mais de 225 famílias que vivem no lugar.

Favela 3D - Gerando Falcões cria sede comunitária na Favela Dos Sonhos.
Favela 3D - Gerando Falcões cria sede comunitária na Favela Dos Sonhos.
Foto: Divulgação

Sobre a criação desta primeira sede e as oportunidades para os moradores, Edu Lyra, Fundador e CEO da Gerando Falcões destaca, “Não é passar uma demão na vida do morador da favela, é redesenhar sua experiência de vida, é criar oportunidades, é fazer eles evoluírem de papel, acessar renda e ter uma transformação integral pra vencer a pobreza”, finaliza.

 

Pacto pela Juventude

Este último é, na verdade, uma das poucas iniciativas governamentais com o intuito de levar tecnologia para às periferias e, pessoas de baixa renda. O Pacto pela Juventude é uma criação da Unesco em junção com a Secretária da Juventude Carioca. Trata-se de um projeto inédito com foco na Cultura, Esporte e Tecnologia. A ideia é que, indiretamente, mais de 25 mil pessoas sejam impactadas pelo projeto.

Pacto pela juventude irá impactar mais de 25 mil pessoas nas periferias.
Pacto pela juventude irá impactar mais de 25 mil pessoas nas periferias.
Foto: Divulgação

O Pacto pela Juventude irá oferecer cerca de 800 bolsas de R$ 500 reais em mais de 60 áreas de periferias no Rio. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até a próxima terça-feira 14/06 através do link disponível na Bio do Instagram da Secretaria Especial da Juventude Carioca.

ANF
Publicidade
Publicidade