PUBLICIDADE

Estupro normalizado, aborto negado

Podcast Próxima Parada entrevista três especialistas para falar sobre os direitos das vítimas de violência sexual

27 jun 2022 - 17h54
(atualizado em 29/6/2022 às 13h55)
Ver comentários

O caso da criança de 11 anos que sofreu violência sexual e foi impedida de realizar o procedimento de aborto levantou grande debate nos últimos dias. No episódio do podcast Próxima Parada desta sexta-feira (24), nós conversamos com a psicóloga Keila Duarte e os advogados Juliana Valente e Guilherme Perisse sobre o que a lei diz com relação ao aborto e, também, quais as necessidades de vítimas de violência sexual.

Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil / Agência Mural

Próxima Parada

Produzido pela Agência Mural e distribuído exclusivamente pelo Spotify, o Próxima Parada conta com a colaboração da nossa rede de correspondentes locais dos bairros periféricos da Grande São Paulo. Para ouvir o episódio, basta clicar neste link do programa e se cadastrar gratuitamente no aplicativo.

De segunda a sexta-feira, sempre no final da tarde, um novo episódio fica disponível. Ali, os apresentadores e repórteres Gabriela Carvalho e Rômulo Cabrera contam histórias, analisam fatos e apontam possíveis soluções para as demandas das quebradas.

O episódio de hoje teve produção de Ira Romão, correspondente de Perus. E o roteiro é da Ira e da Gabriela. A edição de som é da Pammela Gentil, a distribuição nas redes sociais da Pietra Alcântara e a coordenação geral do podcast é do Vagner de Alencar.

Agência Mural
Publicidade
Publicidade