PUBLICIDADE

Fim da lenda Hellcat: Dodge Challenger será mesmo elétrico

Fãs do poderoso Dodge Challenger Hellcat choram pela confirmação de que o modelo será 100% elétrico na próxima geração

2 ago 2022 - 11h06
Ver comentários
Publicidade
Dodge Challenger SRT Hellcat
Dodge Challenger SRT Hellcat
Foto: Stellantis / Divulgação

O fim de uma lenda automotiva está confirmado: o Dodge Challenger Hellcat deixará de ser fabricado em sua configuração que arrasou corações: com motor 6.2 V8 Hemi com mais de 800 cv de potência. A confirmação foi dada pela própria Dodge ao site Motor1, desmentindo uma notícia da revista Motor Trend de que o motor Hemi voltaria a equipar os novos Dodge Challenger e Charger. 

"A reportagem está incorreta," disse a Dodge ao Motor1. "O Hemi naquela plataforma, assim como aquela plataforma, irá embora. A nova geração será elétrica." Segundo o site, para compensar a tristeza dos fãs, a Dodge poderá produzir uma série especial de despedida para o motor Hellcat supercharger com cerca de 900 cv.

A exemplo do que acontecerá na Europa, o futuro das marcas da Stellantis será mesmo elétrico. No caso da Dodge, os modelos Challenger e Charger passarão a ser fabricados numa plataforma totalmente elétrica com a missão de desafiar a potência e o desempenho dos carros da Tesla. Não deixa de ser uma grande missão.

Dodge Charger SRT Hellcat
Dodge Charger SRT Hellcat
Foto: Stellantis / Divulgação

Trata-se de um duelo de gigantes. O Tesla Model S Plaid se tornou o carro de produção mais rápido do mundo ao acelerar de 0 a 96 km/h em mísero 1,9 segundo. Totalmente elétrico, o Tesla detém, portanto, o título que era do Dodge Challenger Demon: 0 a 100 km/h em 2,3 segundos.

Não há dúvidas de que os futuros Challenger e Charger elétricos serão verdadeiras feras no desempenho. Mas o ronco do V8 na entrega de potência e torque vai mesmo desaparecer. É muito provável que a Dodge ofereça um ronco virtual para ser ouvido dentro da cabine.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade