+ 1.000 cursos online para você ser tudo o que quiser.

Avaliação: por que a Strada Cabine Dupla não é a mini Toro

Fiat Strada Volcano tem itens superiores, mas há alguns aspectos da antiga Adventure que deixaram saudade. Veja pontos positivos e negativos

3 ago 2020 05h30 - atualizado às 15h04
Compartilhar
comentários
Fiat Strada Cabine Dupla Volcano: só pode ser considerada "mini Toro" na parte visual.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Julgamentos apressados podem nos fazer crer que a nova picape Fiat Strada Cabine Dupla é uma mini Toro. Não é. Seria até uma ofensa para a Toro -- melhor ideia de picape na última década -- compará-la com a nova Strada. Na verdade, a nova Strada Volcano, topo de linha na configuração com quatro portas, é apenas uma alternativa mais familiar do veículo comercial com cabine simples. Em alguns aspectos, podemos considerá-la uma evolução da geração anterior da Strada; em outros, não.

É preciso analisar a nova Strada Cabine Dupla sob três pontos de vista. Primeiro, em relação à antiga Cabine Dupla Adventure, depois em relação à irmã maior Toro e por último em relação à configuração de Cabine Simples, agora rebatizada de Cabine Plus. Vamos então conhecer os pontos positivos e negativos da nova Fiat Strada Volcano Cabine Dupla 1.3.

publicidade
Cabine Dupla com quatro portas é inédita no segmento e deu dignidade ao banco de trás.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Na comparação com a antiga Cabine Dupla Adventure, a nova Strada Volcano leva vantagem por oferecer quatro portas, enquanto a antiga tinha apenas três. Por ser derivada do Fiat Argo, um carro maior do que o Fiat Palio que serviu de base para a antiga Strada, a nova picape permite mais possibilidades. Nem por isso o espaço é muito mais generoso. Embora o comprimento seja maior (+9 mm), a distância entre-eixos é menor (-16 mm) e a largura também (-8 mm). São medidas quase imperceptíveis. A grande vantagem está na caçamba, que passou de 680 para 844 litros (+164 litros). Isso porque o estepe agora está sob o assoalho do carro. Não é muito prático, mas vale a pena.

As duas portas traseiras, evidentemente, são um grande avanço na Strada. A geração anterior, como dissemos, tinha três portas (e isso já era uma vantagem perante a Volkswagen Saveiro Cabine Dupla, de duas portas). Com quatro portas, a nova Strada dá dignidade aos passageiros de trás. Mas não espere muito. O espaço atrás continua sendo bastante apertado. Adultos sofrem. Para uma família com três filhos adolescentes ou pequenos, entretanto, trata-se de um carro interessante.

Volante multifuncional de boa empunhadura e ótima multimídia Uconnect 7"com tela tátil.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Além do isofix com top tether (garantia de maior segurança para cadeirinhas infantis), dos cintos de três pontos e dos três encostos de cabeça, a Strada Cabine Dupla oferece conexão USB para o banco traseiro no final do console central. A visibilidade é melhor do que na Cabine Dupla do modelo antigo. Na frente, a nova Strada evoluiu bastante, especialmente na ergonomia. Não chega a ter o acabamento caprichado do Fiat Argo, mas é melhor do que o da geração passada. Em relação à nova Strada Cabine Simples, a nova Strada Cabine Dupla é mais caprichada e equipada (veja os equipamentos no final da reportagem).

Rodando, a Strada Cabine Dupla tem um comportamento muito mais agradável do que a Cabine Simples. Como a distribuição de peso é mais equilibrada, ela oferece uma dinâmica mais parecida com a de um automóvel. Equipada com capota marítima, ela é uma boa alternativa tanto para hatches quanto para sedãs compactos (sempre lembrando do espaço mais reduzido para os passageiros de trás). 

publicidade
Nova Strada é um tiquinho maior que a antiga, mas a distância entre-eixos é um tantinho menor.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Mas, se evoluiu na carroceria, a Strada Volcano Cabine Dupla é francamente inferior à antiga Strada Cabine Dupla Adventure em termos de desempenho. Não podemos falar da versão Endurance 1.4 (R$ 74.990), porque ainda não a dirigimos. Mas o motor flex de 85/88 cv (gasolina/etanol) não promete surpresas positivas. Ele é bem inferior ao 1.3 flex de 101/109 cv que equipa as versões Freedom (R$ 77.990) e Volcano (R$ 79.990). Mesmo assim, o 1.3 Firefly deixa saudades no motor 1.8 flex de 130/132 cv que equipava a antiga Strada Adventure. São 29 cavalos a menos com gasolina e 23 cv a menos com etanol. Faz falta.

Com 185 Nm de torque contra 139 Nm, o velho motor 1.8, embora seja mais gastão que o 1.3, daria à nova Strada Cabine Dupla um desempenho que justificaria chamá-la de “mini Toro”. Afinal, esse motor 1.8 é usado na Fiat Toro de entrada, porém com mais potência (135/139 cv) e mais torque (189 Nm contra 139). A Fiat poderia ter feito isso? Poderia. Mas não fez porque a nova Strada canibalizaria as versões de entrada da Toro -- e isso não seria interessante do ponto de vista de posicionamento dos produtos. Resta, portanto, esperar a chegada dos novos motores 1.0 turbo e 1.3 turbo, prometidos para breve (talvez a partir de 2022), que deixarão a nova Strada bem mais esperta.

Capacidade volumétrica da caçamba melhorou bastante porque o estepe está embaixo do carro.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Com o motor 1.3 aspirado flex, é quase impossível extrair a potência máxima, pois ela só é entregue a partir de 6.250 rpm (e a faixa vermelha de giros começa em 6.000, com corte em 6.750 rpm). Todavia, dá para usufruir bem do torque em baixas rotações, especialmente na 3ª e 4ª marchas, mesmo abaixo da faixa de giros ideal (3.500 rpm). A 3ª bem ajustada e a 4ª marcha alongada deixam a Strada Volcano Cabine Dupla razoavelmente agradável no trânsito urbano fluído. Os engates do câmbio de cinco marchas são bons e a embreagem é leve, bem como a direção com assistência elétrica. Ruim é na rodovia, quando as solicitações de velocidade fazem o motor reclamar a 80 km/h em 5ª marcha (2.500 rotações), gritar a 100 (umas 3.000 rpm) e berrar a 120 km/h (3.750 giros).

Rodas de liga leve de 15" com pintura cinza e excelente pneus Pirelli Scorpion ATR.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Quando olhamos a nova Strada Cabine Dupla sob o ponto de vista de design, aí sim ela pode ser considerada uma Toro em miniatura. O visual é extremamente agradável, moderno e caprichado. O ótimo gosto da Fiat nesse quesito fica evidente em vários detalhes da Strada Volcano, como o novo logotipo minimalista, a bandeirinha italiana estilizada na grade, o porte robusto, elegante e sexy da carroceria, bem como o contraste das belas rodas de liga leve de 15”, pintadas em cinza e cromado, calçadas em excelentes pneus Pirelli Scorpion ATR 205/60, que aumentam a versatilidade da picape. O vão livre do solo aumentou 16 mm em relação à antiga Strada Adventure. Sem contar que a nova Strada tem um diâmetro de giro 1,5 m inferior aos terríveis 12,2 m da Toro.

publicidade

Outros aspectos da Fiat Strada Volcano Cabine Dupla já são bem conhecidos, como a agradável posição de dirigir, a boa visibilidade externa, o volante multifuncional de boa empunhadura e a ótima central multimídia Uconnect 7” com tela tátil. Não gostamos do quadro de instrumentos copiado do Fiat Uno -- a nova Strada merecia algo exclusivo e mais moderno, porém é compreensível a necessidade que a FCA tem de controlar os custos de produção (como quase todas as montadoras). Em resumo, a nova Strada Cabine Dupla é um veículo honesto, mas não é uma mini Toro e ainda tem alguns itens que podem evoluir.

Quadro de instrumentos pobre e emprestado do Fiat Uno: nova Strada merecia algo melhor.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Os números

  • Preço: R$ 79.990
  • Motor: 1.3 aspirado flex
  • Potência: 109 cv a 6.250 rpm (e)
  • Torque: 139 Nm a 3.500 rpm
  • Câmbio: 5 marchas MT
  • Tração: 4x2
  • Comprimento: 4,480 m
  • Largura: 1,732 m
  • Altura: 1,595 m
  • Entre-eixos: 2,737 m
  • Vão livre: 210 mm
  • Peso: 1.174 kg
  • Pneus: 205/60 R15
  • Caçamba: 844 litros
  • Carga útil: 650 kg
  • Tanque: 55 litros
  • Aceleração 0-100 km/h: 11s2
  • Velocidade máxima: 168 km/h
  • Consumo cidade: 12,1 km/l (g)
  • Consumo estrada: 13,3 km/l (g)
  • Emissão de CO2: n/d
Nova picape Strada trouxe como novidade o novo logotipo minimalista da Fiat.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Opcional

  • Roda de liga leve de 16” e pneus 205/55 R 16 (R$ 2.500)

Equipamentos de série

publicidade
  • 4 portas
  • Airbags laterais
  • Airbag duplo (motorista e passageiro)
  • Ajuste do banco do motorista
  • Alarme
  • Alerta de uso do cinto de segurança passageiro
  • Alertas de uso de cinto de segurança do motorista
  • Alça de segurança lado passageiro
  • Apoia-pé para o motorista
  • Apoios de cabeça com regulagem de altura
  • Apoios de cabeça traseiros com regulagem de altura
  • Ar-condicionado
  • Bancos em couro/tecido
  • Barras longitudinais no teto
  • Capota marítima
  • Central multimídia com tela touchscreen de 7''
  • Chave com telecomando
  • Cintos de segurança retráteis de 3 pontos com regulagem de altura
  • Cintos de segurança traseiros (laterais e central) retráteis de 3 pontos
  • Comandos de áudio no volante
  • Computador de bordo
  • Console central com porta-objetos e porta-copos
  • Conta-giros
  • Controle eletrônico de estabilidade
  • Câmera de ré
  • Detalhes externos na cor do veículo
  • Direção elétrica
  • E-Locker / Controle de Tração Avançado (TC+)
  • Espelho no para-sol lados motorista e passageiro
  • Faróis de neblina
  • Faróis em LED
  • Follow me home
  • Freios ABS com EBD
  • Isofix
  • Ganchos para amarração de carga na caçamba
  • Grade de proteção no vidro traseiro
  • Assistente de partida em subida
  • Hodômetro digital (total e parcial)
  • Indicador de marchas
  • Indicador digital do nível de combustível
  • Limpador e lavador do para-brisas
  • Luz de iluminação da caçamba
  • Luz de leitura
  • Luzes de posição diurnas
  • Moldura dos para-lamas
  • Para-choque traseiro com estribos antiderrapantes
  • Porta USB adicional
  • Porta objetos nas portas
  • Porta-escadas
  • Porta-luvas iluminado
  • Predisposição para Rádio
  • Protetor de cárter
  • Retrovisores elétricos
  • Revestimento do vão de carga
  • Santoantonio
  • Sensor de estacionamento
  • Sensor de pressão dos pneus
  • Suspensão elevada
  • Suspensão traseira com eixo ômega e molas parabólicas longitudinais
  • Tampa da caçamba com nova tecnologia
  • Tapetes
  • Terceira luz de freio
  • Tomada 12V
  • Travas elétricas
  • Vidros Elétricos Traseiros
  • Vidros elétricos dianteiros
  • Visor de 3,5' TFT
  • Volante com regulagem de altura
  • Volante em couro
Video Player
Saiba por que a picape Fiat Toro foi a melhor ideia da década

 

Fique por dentro das principais notícias
Receba notificações
publicidade
Veja também
Mais lidas do Terra
Últimas notícias