Mais de 1.000 cursos com certificado por menos de R$0,70 por dia.

Neymar dá a entender que apoiou “operação” policial no Rio

Jogador rechaçou declaração de jornalista que criticava ação do Estado no Jacarezinho

10 mai 2021 07h58
| atualizado às 08h00
Compartilhar

Neymar continua “causando” fora de campo, enquanto deixa a desejar quando com a bola nos pés, decepcionando torcida e dirigentes do PSG. Dessa vez, ele criticou declarações da apresentadora Daniela Lima, da CNN Brasil, que contestou a operação policial, dia 6, na Favela do Jacarezinho, no Rio, que terminou com pelo menos 29 mortos.

“Parece piada”, comentou o atacante, no perfil “Fui Clear”.

Publicidade
Neymar criticou apresentadora da CNN Brasil após comentário dela sobre "operação" policial no Jacarezinho 09/10/2019 REUTERS/Feline Lim
Foto: Reuters

A jornalista disse que não entendia o porquê de uma ação na qual o objetivo seria o de prender 21 pessoas e que acabou com 25 mortos (o número subiu depois) e somente seis presos.

“O discurso da polícia era que estava todo mundo fortemente armado. Aparentemente, estavam muito armados, mas não sabiam atirar ... Eram 24 armados e só mataram um do outro lado”, publicou Daniela, referindo-se em parte a um policial que perdeu a vida no confronto.

Ela explicou que não quis defender a morte dos agentes de segurança do Estado. Ao contrário, que gostaria de ver uma operação em que todos saíssem com vida, com a prisão de quem era alvo de mandados.

Neymar ironizou Daniela, assim como Lucas Moura, ex-jogador do São Paulo e PSG e hoje no Tottenham.

Publicidade
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações