PUBLICIDADE

'A periferia merece um trabalho da hora', diz Sérgio Vaz sobre Mostra da Cooperifa

Encontro vai celebrar 50 anos do Hip Hop no Brasil e reunir personalidades negras como Conceição Evaristo, Emicida e Edi Rock

27 out 2023 - 16h58
(atualizado em 31/10/2023 às 17h40)
Compartilhar
Exibir comentários
Sérgio Vaz, escritor idealizador da Cooperifa
Sérgio Vaz, escritor idealizador da Cooperifa
Foto: Daniel Arroyo

A 14ª Mostra Cultural da Cooperifa reunirá entre os dias 4 e 12 de novembro em diferentes espaços das periferias da Zona Sul de São Paulo apresentações de poesia, música, teatro e cinema com participação de nomes como o do poeta e idealizador do encontro Sérgio Vaz, Conceição Evaristo, Emicida, Edi Rock, Fabiana Cozza, Daniel Munduruku, além da Cia Clarin de Dança. 

Sérgio Vaz está animado para a edição de 2023 do evento e destaca as dificuldades para finalizar a organização do festival. "Eu estou muito feliz. Nós estamos trabalhando muito. É muito difícil fazer, é muita gente trabalhando, é pouca gente se importando com o que acontece. Todos os eventos serão públicos, então é uma vitória, mano", conta. 

A programação é diversificada, com música, teatro, poesia, contação de história, debates, e tem atrações culturais reconhecidas com foco voltado às periferias. Emicida e Sérgio Vaz participam do debate "Encontros Poéticos", no dia 9 de novembro, quinta-feira, às 20h, no Sesc Campo Limpo. Mais cedo, a partir das 15h30, ocorre o tradicional Sarau da Cooperifa, na Chácara Santana. 

Já no dia 11 de novembro, sábado, a partir das 17h, a escritora Conceição Evaristo é a palestrante convidada para falar sobre literatura e a sua trajetória, na Fábrica de Cultura do Jardim São Luís.

No mesmo local, sob a mediação de Cocão Avoz , os 50 anos do Hip Hop são tema de discussão com Edi Rock, Cris SNJ e Toni C. O papo ocorre no dia 5 de novembro, domingo, às 18h. O integrante dos Racionais MC's, Edi Rock, também é atração de encerramento da Mostra, no dia 12 de novembro, com os shows programados a partir das 16h, na Casa de Cultura do M'boi Mirim. As demais apresentações musicais serão de Denise D'Paula, Banda Nova Malandragem, Lino Krizz, DJ Chefão e Samba Rock Cultural.

Cinco décadas de cultura Hip Hop

A edição de 2023 do Cooperifa fará uma recordação da trajetória de 50 anos do Hip Hop no Brasil. Para Sérgio Vaz, essa cultura é uma referência fundamental para a trajetória do encontro.

"São 50 anos de Hip Hop e a gente tem que celebrar os anos difíceis que nós passamos. É uma celebração. Estamos a fim de tomar conta de tudo", diz. 

A mostra nasceu em 2001, a partir do trabalho cotidiano feito pela Cooperifa, que organiza um sarau semanal, sempre às terças-feiras, a partir das 20h, no Bar do Zé Batidão, na Chácara Santana, Zona Sul da capital paulista. Há 22 anos, o grupo promove literatura e cultura nas periferias da cidade e é motivo de orgulho para Sérgio Vaz.

"A gente continua na quebrada, mano. Eu acho que a Cooperifa merece essa moral, a periferia merece um trabalho da hora. Merece que o Emicida venha na quebrada, merece que a Conceição Evaristo, que é intelectual do ano, esteja no Jardim São Luís", salienta o escritor. 

Serviço

Quando: De 4 a  12 de novembro

Onde: Sesc Campo Limpo, Fábrica de Cultura Jd. São Luís, EMEF Anna Silveira Pedreira, Bar do Zé Batidão, R. Bartolomeu dos Santos, 797, EMEF Procópio Ferreira, EMEF Mauro Faccio Gonçalves Zacaria, EMEF Sócrates Brasileiro Sampaio, EMEI Clarice Lispector, EMEF Oliveira Viana, CEU Cantos do Amanhecer, EMEF Fagundes Varella e Casa de Cultura M'Boi Mirim.

Confira a programação completa aqui.

Alma Preta
Compartilhar
Publicidade
Publicidade