PUBLICIDADE

MC Kauan compõe na prisão e escreve para fãs: 'volto em breve'

Em agosto, a polícia cumpriu mandado de prisão contra o artista em São Vicente, litoral de São Paulo, por suposto tráfico de drogas

10 nov 2022 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução | Redes Sociais / The Music Journal

Preso em agosto por suposto tráfico de drogas, em São Vicente, litoral de São Paulo, o cantor MC Kauan, também conhecido entre os seus fãs como Koringa, está compondo músicas na prisão onde segue cumrpindo pena em regime semiaberto.

A informação foi confirmada por Sabrinna Rosa, empresária e esposa do artista, nas redes sociais. Ela explicou aos fãs de Kauan como ele lida com o tempo privado da sua liberdade. Ele cumpre o regime desde agosto, quando um recurso dos advogados do artista não foi aceito pelo Supremo Tribunal Federal. 

Em suas publicações recentes, Sabrinna tentou acalmar os fãs do MC e mostrou que o artista usa o momento delicado da carreira para fazer o que sabe de melhor: músicas. 

“O Kauan está bem! Tá seguindo seus dias trabalhando e compondo músicas, que em breve vocês vão ouvir. Ele sabe que seus advogados estão correndo por ele e nós também! Temos 3 recursos para serem julgados em breve, então temos fé”, disse a empresária em um post.

O artista também escreveu uma carta tranqulizando os fãs sobre a situação, e se mostrando esperançoso para deixar o presídio. "Breve estou de volta para sacudir os bailes por esse Brasil afora. E quero dizer que esse lugar jamais vai fazer eu deixar de ser um cara da paz, do bem, honesto e sincero", escreveu.

Com 31 anos, essa é a segunda vez que o jovem funkeiro é preso pela mesma acusação. Na primeira vez, em 2014, a polícia disse ter encontrado o artista com pinos de cocaína e frascos de lança-perfume em uma praia também em São Vicente.

Essa versão policial de que o MC estava traficando sempre foi contestada por amigos e pela defesa de Kauan, que também luta para que o artista tenha o direito de cumprir a pena em regime aberto ou em prestação de serviço à comunidade.

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Publicidade