0

São Paulo

Masp recebeu a rainha Elizabeth II na inauguração

  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na década de 1940, São Paulo já era a capital financeira do Brasil. Pontos nobres, como museus e teatros, ditavam o ritmo cultural da cidade. Faltava uma referência, um lugar com obras de valor inédito no país. Então, em 1947, o empresário Assis Chateaubriand e o jornalista Pietro Maria Bardi fundaram o Museu de Artes de São Paulo, o Masp, o mais importante museu de artes da capital paulista e um dos mais notáveis do hemisfério sul.

Inaugurado na rua 7 de abril, no centro, as primeiras obras foram selecionadas por Bardi em viagem à Europa logo após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Já Chatô, como era chamado, utilizava sua influência e prestígio para arrecadar recursos entre os empresários e, assim, financiar seu ambicioso projeto. Deu certo. Logo na primeira exposição, o Masp contou com obras de Pablo Picasso, Rembrandt e uma Série Bíblica de Cândido Portinari. Hoje, o acervo é formado por mais de 8 mil peças divididas, principalmente, entre as artes francesa, italiana e brasileira.

O museu mudou de endereço (e de visual) em 1967. Instalado no coração de São Paulo, na avenida Paulista, transferiu-se para um edifício novo – projetado pela arquiteta italiana Lina Bo Bardi, esposa de Bardi. Entre projeto e construção, foram 12 anos de espera. Mas valeu a pena, pelo menos para a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e o príncipe Philip, que participaram da inauguração.
Em 1982, o atual prédio foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado e, em 1991, pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico e Ambiental da Cidade de São Paulo e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Entre as principais exposições já realizadas, “Monet no Brasil”, em 1997, e “Picasso: anos de guerra 1937-1945”, em 1999, foram as duas mais visitadas do Masp, com 401.201 pessoas e 202.522 visitantes respectivamente. Desde sua fundação, mais de 12 milhões de pessoas já passaram pelo local, tornando-se o museu mais frequentado do Brasil.

Acervo e exposições
Atualmente, o Masp reúne obras de Monet, Van Gogh, Rodin, Boticelli, Dali, dentre outros artistas. Estão à mostra as exposições “Romantismo – A arte do entusiasmo”, movimento identificado entre os séculos 18 e 19; “Deuses e Madonas – A arte do Sagrado”, com 40 obras dos mestres da pintura do século 14 ao 19; e “Obsessões da forma – Esculturas da coleção Masp”, que apresenta 50 peças dos principais escultores do século 19.

Serviço

Museu de Artes de São Paulo Assis Chateaubriand

Avenida Paulista, 1578, Bela Vista.
Tel.: 11 3251.5644
De terça a domingo e feriados, das 11h às 18h
Às quintas das 11h às 20h.
Ingresso: R$ 15
A bilheteria fecha meia hora antes
Entrada gratuita às terças
 

O edifício foi projetado pela arquiteta italiana Lina Bo Bardi e contou com a presença da rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e do príncipe Philip na inauguração
O edifício foi projetado pela arquiteta italiana Lina Bo Bardi e contou com a presença da rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e do príncipe Philip na inauguração
Foto: Rodrigo Soldon / Creative Commons

Veja também:

Lua nova em Áries: Um grande e novo ciclo começa!
Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade