1 evento ao vivo

Meu Cruzeiro: Viagem com amigos foi momento de reflexão

Alessandra embarcou quando estava grávida de quatro meses e quer ter experiência com os filhos

15 jan 2016
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Sem nenhum conhecimento sobre como seria fazer um cruzeiro marítimo, a consultora empresarial Alessandra Luisa Fonseca Antunes embarcou em uma viagem com amigos. O ano era 2007. A bordo do Costa Fortuna, da Costa Cruzeiros, Alessandra e um casal de amigos fizeram uma rota que incluiu Santos, Ilhabela, Rio de Janeiro, Ilhéus e Salvador. Hoje aos 37, a moradora de Porto Alegre revisita a viagem na memória e avalia que aquele foi um período de reflexão e planejamento. 

Imensidão do mar e vento no rosto
As melhores lembranças de Alessandra da viagem são de ter o vento no rosto olhando aquela imensidão do mar, sensação que ela descreve como mágica. Ao embarcar, ela não tinha ideia de como era um cruzeiro, mas saiu da viagem mudada. Além do intercâmbio sociocultural que pôde fazer ao visitar diversas cidades brasileiras, ela afirma que conseguiu mais. “Pude fazer reflexões, planejamentos. O clima de estar no meio da imensidão do mar leva a isso”, comenta.

Alessandra afirma que gosta de colecionar momentos e acredita que para ter qualidade de vida é necessário conseguir o equilíbrio entre estudo, trabalho, saúde e lazer. “A viagem nos possibilita isso, ter mais prazer e viver com mais qualidade”, diz.

 Moradora de Porto Alegre aproveitou viagem na temporada brasileira em 2007
Moradora de Porto Alegre aproveitou viagem na temporada brasileira em 2007
Foto: Arquivo pessoal

Surpresas a bordo
Antes de embarcar, ela admite que conhecia muito pouco sobre navios de cruzeiro, e acumulou uma surpresa atrás da outra. Chamaram sua atenção as festas, a programação intensa, além das muitas pessoas interessantes que conheceu. O fato de o navio ter tantas atrações faz com que em alguns momentos seja suficiente apenas ficar a bordo, sem a necessidade de descer, diz. “Jantar com o comandante, as festas temáticas com ritmos diferentes, mais de quatro festas simultâneas diárias, foi bom demais”.

Ela ainda destaca a infraestrutura luxuosa, a diversidade e a qualidade da alimentação. “Poder conhecer as cidades onde o navio ancorava também foi bárbaro”, lembra. Das escalas, a que mais a encantou foi Ilhabela, no litoral paulista. “Chegar a lhabela de bote, por não ter porto, foi um charme. A ilha também é um espetáculo”, ressalta.

O cruzeiro deixou saudades, mas Alessandra garante que pretende embarcar novamente. Quando subiu a bordo em 2007 ela estava com quatro meses de gestação – e afirma que é “super tranquilo” viajar grávida – e pretende ter a mesma experiência com os filhos. “Quero ter estes momentos com meus filhos, mas em um cruzeiro internacional pelo Caribe”, planeja.

Veja 50 cruzeiros temáticos e saiba qual é o ideal para você Veja 50 cruzeiros temáticos e saiba qual é o ideal para você

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade