PUBLICIDADE

Orgasmo na ioga? Veja posições que podem te levar ao clímax

A combinação entre a posição do corpo e a ativação da circulação pode render bons momentos na academia, diz especialista

22 abr 2015 14h54
| atualizado às 15h15
ver comentários
Publicidade

Quer dar uma apimentada na sua rotina de academia no próximo inverno? Se você ainda não é uma devota da ioga, saiba que tem um incentivo a mais para apostar na prática. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

Siga Terra Estilo no Twitter

O Yogasm – orgasmo alcançado por meio da ioga – é um fenômeno que vem sendo cada vez mais comentado.

Kate Kendall, guru da ioga e fundadora da Flow Athletic, em Sydney, diz que tomou conhecimento sobre o efeito colateral após observar algumas de suas alunas. “Algumas mulheres me contaram que estiveram perto do clímax em algumas posturas”, disse.

A especialista afirma que o fenômeno não tem nada a ver com o professor ou com fatores externos, mas sim, com uma combinação da posição do corpo com a circulação e ativação dos músculos do pavimento pélvico.

A constatação tem até embasamento científico. Um estudo da Universidade de Indiana mostrou que os orgasmos induzidos em academia já foram vivenciados por até 40% das mulheres. Veja, a seguir, dez posições que podem dar uma ajudinha neste sentido.

1. Postura do bote

Foto: iStock

 

 

Deixe os ossos do bumbum em contato com o tapete e puxe os joelhos, dobrados, na altura do peito. As mãos devem ficar na parte de trás dos joelhos. Aperte-os contra o peito, ative o seu ‘core’ e comece a liberar as mãos lentamente, para frente, na altura do ombro.

Benefícios: engloba as principais áreas da digestão e órgãos sexuais, propiciando a estimulação da área.

2. Postura da águia

Foto: iStock

Coloque o peso no pé direito, suavizando a força do joelho. Coloque o pé esquerdo na parte de trás da panturrilha direita. Dobre os joelhos e mantenha as costas eretas. Leve as mãos à direção do coração e pressione firmemente uma coxa contra a outra.

Benefícios: ao cortar a circulação do sangue nas virilhas durante a pose, quando lançada, a onda de sangue toma o caminho de volta e renova a estimulação da área.  

3. Postura do ângulo entrelaçado

Foto: iStock

Sente-se com as costas eretas e pressione a sola dos pés, uma contra a outra, mantendo os joelhos para baixo. Segure os pés e comece a dobrar o tronco para a frente.

Benefícios: a abertura dessas áreas melhora a saúde dos ovários e as glândulas da próstata, a partir da estimulação que fornece para a região abdominal.

4. Postura sentada em ângulo ampliado

Foto: iStock

Sente-se com as pernas abertas, formando um “V”. Dobre-se para frente, a partir dos quadris, até sentir que as coxas estão esticadas.

Benefícios: por aumentar o fluxo de sangue, essa posição aumenta a força dos músculos usados durante o orgasmo.

5. Agachamento

Foto: iStock

Deixe os pés um pouco afastados um do outro e agache-se. Leve as mãos ao coração, em formato de oração e sinta o comprimento dos ossos em toda a extensão da espinha.

Benefícios: ao alongar a virilha, você fortalece as coxas, tonifica os órgãos abdominais e sexuais, e aumenta a libido.

6. Postura do bebê

Foto: iStock

De joelhos, encontre uma postura confortável. Deixe os dedões dos pés juntos, deite para frente e se alongue. Feche os olhos e respire profundamente. Em cada inspiração, deixe a barriga se encher de ar; na expiração, envolva o assoalho pélvico.

Benefícios: alongando a virilha você fortalece as coxas, tonifica os órgãos abdominais e sexuais.

7. Postura da ponte

Foto: iStock

Deite-se de costas e deixe os braços ao lado do corpo. Suspenda os joelhos, com as solas dos pés no chão. Os ossos dos quadris devem estar apontados para o céu. Ao expirar, aperte as coxas e envolva o assoalho pélvico.

Benefícios: ao esticar o quadril, você fortalece as coxas e tonifica os músculos pélvicos.

8. Postura do bebê feliz

Foto: iStock

Deite-se de costas e leve os joelhos na direção das axilas, com as solas dos pés voltadas para o teto. Coloque as mãos nas bordas externas dos pés, inspire enchendo a barriga e expire levando o cóccix em direção ao chão e apertando o assoalho pélvico.

Benefícios: ao abrir o quadril, você estica a virilha e as coxas e melhora o fluxo sanguíneo para a área pélvica.  

9. Postura abdômen

Foto: iStock

Enrole duas toalhas de banho em um tubo e, deitada e costas, coloque-o entre suas coxas. Levante as pernas em direção ao céu e as mãos ao lado do corpo. Ao mesmo tempo que tenta levantar o cóccix, aperte a parte interna da coxa.

Benefícios: trabalha a barriga e as coxas, aumenta o calor na virilha e a tônus pélvica.

10. Respiração

Foto: iStock

Sentada em uma posição confortável, com os olhos fechados, mantenha o foco na respiração. Inspire com o nariz, com profundidade e expire pela boca, livrando-se de todo o ar.

Benefícios: durante o orgasmo, o corpo fica tenso. Por isso, respirar profudamente no momento é crucial, pois pode tornar o orgasmo mais poderoso e duradouro. 

Kama Sutra: posições intensas e prazerosas Kama Sutra: posições intensas e prazerosas

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade