Saúde

Não são só espinhas: entenda outros problemas trazidos pela acne

29 abr 2024 - 17h21
Compartilhar

Sabe aquela cena típica de filme de comédia romântica adolescente em que uma espinha nasce entre as sobrancelhas ou na ponta do nariz no dia de uma grande festa, causando uma série de emoções entre raiva e tristeza? Os pacientes com acne persistente da vida real estariam em vantagem se as espinhas só aparecessem dessa forma: poucas e em dias específicos. Eles na verdade lidam com um problema que muitas vezes resiste a tratamentos, afeta a autoconfiança, predispõe a quadros de tristeza e depressão, que podem culminar até no isolamento social. 

“A acne é uma doença de pele inflamatória e infecciosa, que por vezes causa também desconforto e dor. Mas a verdade é que lutar constantemente contra a acne pode sim afetar a saúde mental e até bagunçar a autoestima. Por isso, sempre orientamos os pais que levem o filho ao médico para iniciar o tratamento o quanto antes”, explica Danilo S. Talarico, professor do Instituto Lapidare e da Faculdade Primum (Antigo Instituto BWS) de Dermatologia, Tricologia, Transplante Capilar (Cirurgia Capilar) e Medicina Estética.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade