Os três problemas bucais mais comuns durante a gravidez

3 jul 2017
09h15

A gravidez provoca uma grande quantidade de mudanças físicas e psicológicas na mulher. As futuras mamães ficam mais vulneráveis a diversas doenças por causa das oscilações hormonais, entre elas as que afetam a boca.

Por isso, durante os nove meses de gestação, é importante se preocupar com a higiene bucal e com os problemas que podem ocorrer por um descuido com os dentes. Estes são os mais comuns:

Gengivite: o aumento de progesterona e estrógenos, que incrementa o fluxo sanguíneo da gengiva, facilita a inflamação nesta área, que pode resultar em sangramento durante a escovação.

Salivação: ocorre no primeiro trimestre da gravidez e surge pelas constantes oscilações hormonais. É possível diminuir o excesso de salivação com uma pasta de dentes mentolada.

Foto: Shutterstock.com

Erosão do esmalte dental: ocorre principalmente por causa das náuseas e vômitos causados pela gravidez. A erosão do esmalte pode resultar em dentes mais sensíveis ao frio e às comidas ácidas.

A prevenção é a melhor atitude para evitar problemas dentais durante a gravidez. Em primeiro lugar, é fundamental manter, mais do que nunca, uma rotina de higiene dental adequada, com uma escovação correta utilizando tanto o fio dental como um enxaguante bucal.

Outro aspecto importante para prevenir problemas dentais durante a gestação é visitar um dentista assim que a gravidez for descoberta para realizar uma revisão completa e fazer uma boa limpeza da boca.

Fonte: J.S. Conteúdo

compartilhe

publicidade
publicidade