PUBLICIDADE

Repelente contra dengue: médica diz como usar em crianças

Descubra agora qual repelente contra dengue funciona para crianças e como protegê-las independente da idade

16 fev 2024 - 12h01
(atualizado às 15h49)
Compartilhar
Exibir comentários

Vários estados brasileiros decretaram estado de emergência contra a dengue nas últimas semanas. O aumento de casos tem preocupado muitas famílias, que buscam proteger suas crianças das mais diversas formas, desde evitando deixar água parada em casa até usando produtos como o repelente para afastar o Aedes aegypti, mosquito que transmite a doença.

Entretanto, não é qualquer repelente que funciona para se proteger contra o mosquito da dengue. É preciso saber quais produtos têm uma composição que funcione para esse fim. Além disso, mesmo com o repelente correto, é essencial saber como aplicá-lo, especialmente nos casos dos bebês e crianças.

Quer saber como passar o repelente contra dengue nos pequenos e qual produto escolher? Veja a seguir as recomendações da médica alergista e imunologista da Espaço Zune, Millena Andrade:

Qual o melhor repelente contra dengue para os pequenos? Veja
Qual o melhor repelente contra dengue para os pequenos? Veja
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Aplicação correta

A principal recomendação da médica alergista, é aplicar o repelente por último na pele dos pequenos, sempre a protegendo com uma camada generosa de hidratante e filtro solar antes. Porém, há também algumas outras dicas importantes:

  • O produto deve ser passado em regiões de pele exposta e nunca por baixo da roupa, porque precisa de evaporação para repelir o inseto
  • Para crianças de 6 a 24 meses é o correto aplicar apenas uma vez ao dia; entre 2 e 12 anos podem ser duas aplicações ao dia e, a partir de 12 anos de idade, podem ser duas a três aplicações ao dia
  • Nunca aplique o produto na mão da criança para que ela mesma espalhe no corpo, uma vez que ela pode esfregar os olhos ou levar a mão na boca
  • Aplique na quantidade e no intervalo recomendado pelo fabricante
  • Não passe o repelente contra o mosquito da dengue próximo à boca, nariz, olhos ou sobre feridas
  • Quando não for mais necessário, a criança deve retirar o repelente no banho, com água e sabão
  • Não permita que a criança durma com o repelente aplicado e dê preferência para opções em loção ou gel

Qual produto usar?

Segundo Millena, o produto mais adequado para proteger os pequenos do Aedes aegypt dependerá da idade dos bebês ou crianças:

  • Antes dos três meses: proteção mecânica, ou seja, usar mosquiteiros, telas nas janelas, roupas de manga longa e calças. O adesivo "Sai Mosquito", que você pode colar nas pernas, por cima da roupa do bebê, também é bom
  • A partir de 3 meses: repelentes com o princípio ativo de icardina (Exposis bebê e Off Baby)
  • A partir de 6 meses: repelentes com o princípio ativo de icardina na concentração de 20%. (Exposis, Baruel, SPB, Sunlau e Granado) ou IR 3535 na concentração de até 20% (Johnson Loção Antimosquito e Repelente infantil Huggies Turma da Mônica)
  • A partir de 2 anos: repelentes à base de DEET (Repelex, OFF)

Muitas pessoas também se perguntam sobre o repelente de tomada e se ele pode ser perigoso em ambientes nos quais os pequenos estejam. "Ele é liberado para uso em locais com crianças maiores de seis meses", esclarece a médica.

Para que o repelente de tomada não cause intoxicação, é preciso seguir dicas como não utilizar mais de um por cômodo, colocá-lo apenas 30 minutos antes de dormir e sempre o mais longe possível da cama ou berço.

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Publicidade