4 eventos ao vivo

Prefeitura vai fechar o hospital de campanha do Pacaembu

Medida se deve à diminuição da ocupação nos leitos construídos para ajudar os pacientes com coronavírus

26 jun 2020
14h02
atualizado às 15h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O hospital de campanha do Pacaembu será desativado na próxima segunda-feira, 29, segundo informou Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo. O local foi usado para tratar de pacientes com coronavírus e teve um custo de cerca de R$ 23 milhões.

Imagem feita com um drone mostra o Estádio do Pacaembu, na zona oeste da cidade de São Paulo
Imagem feita com um drone mostra o Estádio do Pacaembu, na zona oeste da cidade de São Paulo
Foto: MISTER SHADOW/ASI / Estadão Conteúdo

Aberto em 6 de abril e construído no gramado do famoso estádio de futebol, nos últimos dias o hospital de campanha passou a receber menos pacientes por causa da diminuição de casos graves na cidade de São Paulo. Com isso, a prefeitura optou por fechar o local.

"Na cidade de São Paulo nós temos, além dos 1.340 leitos de UTI, 1.984 leitos de enfermaria que foram criados para poder atender a população. Estamos atualmente com uma taxa de ocupação desses 1.984 leitos de 48%, e desde o dia 1º de junho essa taxa vem diminuindo na cidade. Nos últimos dez dias nós estamos com uma taxa abaixo dos 50%. Por isso, a Prefeitura entende que chegou o momento de começar a fechar esses leitos na cidade", disse Covas.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade