PUBLICIDADE

Pilates pode aliviar hérnia de disco? Entenda a relação

Essa atividade é reconhecida como uma técnica de construção do movimento

29 mar 2024 - 17h00
(atualizado em 30/3/2024 às 12h59)
Compartilhar
Exibir comentários

Resumidamente, pilates é o trabalho da conexão entre corpo e mente para lhe proporcionar muitos ganhos para saúde, exemplos: boa coordenação motora, equilíbrio, flexibilidade, mobilidade e melhora na postura. Ainda assim, há este questionamento: dá para fazer pilates com hérnia de disco?

Pilates
Pilates
Foto: Shutterstock / Sport Life

Resposta e orientação

"Sim. Desde que seja respeitada a dor e limitação do praticante. As vezes são necessárias algumas adaptações de movimentos para não desencadear dor e restringindo momentaneamente algum movimento. Essa restrição deverá ser repensada assim que o aluno adquirir a habilidade em executá-lo sem dor", diz a fisioterapeuta do Hospital Santa Catarina Paulista Ana Paula Pessanha com exclusividade para o Sport Life.

Ana Paula admite logo na sequência que a idade não é certeza de sucesso no pilates, ou seja, há muitos idosos que se sobressarem em relação a muitos jovens. Então, é válido para todas as idades. Também deu a sugestão de exercício imediato para quem está com diagnóstico da hérnia.

"Não necessariamente ser jovem é garantia de saúde. Existem vários idosos muito mais ágeis e fortes do que jovens de 30 anos sedentários. Fortalecimento do core (exercício imediato), pois é esse grupo de músculos, que suporta a coluna, diminui o estresse e sobrecarga sobre as vértebras", complementa a fisioterapeuta.

Modelos da hérnia

Há três tipos de hérnia: protusa, extrusa e sequestrada. Protusa é a "popular", isto é, a comum desse trio e acontece quando surge o desequilíbrio muscular e a carga que interfere na coluna. Extrusa afeta a coluna vertebral, e sequestrada gera o rompimento da "parede" do disco. Pessanha responde quais dessas categorias dificultam as ações do pilates.

"Geralmente os quadros de dor e limitação ocorrem nas hérnias extrusas ou sequestradas. Mas é importante ter atenção com a queixa do aluno e sua habilidade em executar os movimentos corretamente", garante a fisioterapeuta.

Qual é o tempo para detectar a melhora do paciente com hérnia no pilates?

"Isso vai depender de alguns fatores, como habilidade do aluno, grau de dificuldade, dor e da frequência e/ou aderência dele ao pilates. Se o aluno fizer o pilates com a frequência recomendada, respeitando seus limites, mas aceitando o desafio, é possível notar melhora de dor e limitação já nos primeiros meses", encerra Ana Paula Pessanha.

O que é hérnia de disco e quais são as suas principais causas?

A hérnia de disco é a lesão frequente na região lombar. Esse incômodo torna-se comum para sujeitos dos 30 aos 60 anos de idade. Esse deslocamento de disco intervertebral acarreta os sintomas de formigamento, dor nas costas e queimação.

A região da coluna atingida é que caracteriza o problema, que pode ser classificado por lombar, torácica e cervical. As suas principais causas são sedentarismo, o "overtraining", excesso do carregamento de peso, postura inadequada e excesso do carregamento de peso.

Dados

O Brasil não registra nenhuma pesquisa em relação ao número de praticantes e de estúdios de pilates. A Sporting Goods Manufacturers Association (Associação de Fabricantes de Produtos Esportivos) admitiu que nos Estados Unidos o número de praticantes de pilates cresceu 471% entre 2000 e 2008.

Ainda existe a estimativa de que há mais de 15 milhões de adeptos do pilates por todo o mundo e com o seu público-alvo composto de 80% das mulheres das classes A e B.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade