PUBLICIDADE

A culpa é da tireoide? Confira mitos e verdades sobre a glândula

A glândula tireoide regula todo o nosso organismo, e impacta diretamente no funcionamento dos órgãos

25 mai 2024 - 10h36
(atualizado às 15h19)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Hoje é comemorado o Dia Internacional da Tireoide, instituído em 2008 para conscientizar e relacionar os distúrbios da glândula. Ela é responsável por funções importantes, como regulação do metabolismo e do sistema nervoso central, além de influenciar ciclos menstruais e problemas cardíacos.
Para que serve a tireoide? Entenda suas funções no organismo
Para que serve a tireoide? Entenda suas funções no organismo
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Tireoide (25/05). A glândula produz hormônios essenciais para o funcionamento do organismo e é responsável por funções que muita gente nem imagina. Por isso, a Federação Internacional de Tireoide instituiu a data em 2008 com o objetivo de ajudar na conscientização e entendimento dos distúrbios da glândula. 

Segundo o médico e empresário Stanley Bittar, CEO da Stanley´s Holding, cerca de 1,6 bilhão de pessoas no mundo podem ter algum problema na tireoide. No Brasil, estima-se que aproximadamente 15% da população também tem a glândula em pleno funcionamento.

Hipo e hipertireoidismo

"Existe muita falta de conhecimento sobre o tema. Uma pesquisa realizada em 2020 pelo Instituto YouGov mostrou que somente 24% dos entrevistados sabiam que problemas na tireoide poderiam prejudicar a fertilidade, por exemplo. E quando essa glândula não está funcionando bem, ela pode liberar hormônios em excesso ou em quantidade insuficiente, afetando todo o organismo", conta o especialista.  

O médico explica que as doenças na glândula são frequentes e que, quando ela deixa de produzir hormônios em quantidade adequada, acontece o hipotireoidismo, que faz com o organismo comece a  funcionar mais lentamente. "Ou seja, o coração bate mais devagar, o intestino fica preso e o crescimento pode ficar comprometido. Além disso, há muita fadiga e fraqueza", afirma. 

Já quando a produção é excessiva, acontece o hipertireoidismo, quando o corpo começa a funcionar rápido demais: o coração dispara, o intestino pode soltar, e há muita energia, mas também muito cansaço. "Tanto no hipotireoidismo quanto no hipertireoidismo, pode ser que ocorra o aumento no volume da tireoide, chamado bócio", diz o médico. 

A detecção de problemas na tireoide, segundo Stanley Bittar, envolve a avaliação de sintomas clínicos, exames físicos e testes laboratoriais. "Apesar de não haver nenhuma dieta ou cuidado que possa impedir o aparecimento de distúrbios, é importante estar atento a possíveis alterações no volume da glândula e também aos sintomas do hipotireoidismo e do hipertireoidismo, procurando auxílio médico o quanto antes", orienta. 

As principais funções da tireoide no organismo

  • Regulação do metabolismo: a tireoide responde pelo funcionamento da temperatura do corpo, ritmo cardíaco e digestão, entre outros.
  • Crescimento e desenvolvimento: os hormônios da tireoide são especialmente importantes durante o crescimento e o desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso. 
  • Manutenção do sistema nervoso central: a função neurológica depende de uma tireoide funcionando bem. "Esses hormônios têm influência sobre o estado de alerta, a memória, a velocidade de reação e a capacidade de concentração das pessoas", afirma Stanley.
  • Regulação dos ciclos menstruais: uma tireoide que não está regulada pode causar infertilidade, complicações na gravidez e  irregularidades menstruais.
  • Peso corporal: dependendo da produção de hormônios - em excesso ou em falta - é possível ganhar ou perder peso.

Impactos no coração

Além de todos esses fatores citados acima, a tireoide ajuda a regular a frequência cardíaca e a pressão. Portanto, se estiver desregulada pode causar taquicardia, hipertensão e até insuficiência cardíaca. 

Vale acrescentar ainda que tanto o hipotireoidismo quanto o hipertireoidismo podem impactar a saúde do coração. Isso porque o descontrole da tireoide pode causar baixa frequência cardíaca, quando se trata do hipotiroidismo, e arritmia ou insuficiência cardíaca, conectada ao hipertireoidismo.

"O hipertireoidismo acelera as funções vitais do organismo. Nesse caso, o coração responde com taquicardia, podendo apresentar arritmias, como a fibrilação atrial e, em alguns casos, pode desenvolver insuficiência cardíaca por débito elevado de demanda. Em pessoas que já tenham pressão alta, pode ocorrer descontrole da doença", alerta o cardiologista Cláudio Catharina, do Hospital Icaraí, em Niterói.

Além disso, em pacientes com doença das coronárias, uma disfunção na tireoide pode precipitar angina, complementa o médico.

"O hipotireoidismo também afeta o coração, podendo comprometer sua função e provocar baixa frequência cardíaca e, algumas vezes, até bloqueios avançados da estimulação elétrica do coração. Pode também piorar a doença das coronárias e a insuficiência cardíaca", alerta o médico. 

Além disso, conforme Cláudio, é muito comum apresentar derrame no pericárdio, a membrana que envolve o coração, por conta do que se chama mixedema, uma infiltração líquida das serosas. "O pericárdio e a pleura são frequentemente acometidos", explica.

A culpa é da tireoide? Confira mitos e verdades sobre a glândula

Por ter tamanha importância em todo o organismo, agindo como um regulador dos nossos órgãos, é comum acreditar que qualquer disfunção no corpo seja culpa da tireoide. Afinal, seu funcionamento gera muitas dúvidas, e as disfunções causadas pelo mau funcionamento da tireoide ainda são desconhecidas por boa parte da população.

A médica Ana Cristina Belsito, chefe do serviço de Endocrinologia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP-RJ), esclarece os principais mitos e verdades sobre a glândula. Confira:

Mitos

  • Obesidade e cansaço são sempre culpa da tireoide;
  • Criança não tem problema de tireoide;
  • Problemas na tireoide sempre provocam queda de cabelos e unhas fracas;
  • Criança com problema de tireoide não cresce;
  • Todo nódulo na tireoide é câncer.

Verdades

  • Problemas na tireoide alteram o metabolismo;
  • Hipotireoidismo é perigoso na gravidez;
  • Hipotireoidismo causa sono e reduz o desempenho nas atividades físicas;
  • Alterações na tireoide podem causar depressão;
  • Hipertireoidismo pode causar quadros psiquiátricos.
Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade