0

Oleaginosas que são pobres em carboidratos

28 set 2018
07h11
  • separator
  • 0
  • comentários

As oleaginosas são conhecidas por serem ricas em gorduras saudáveis ??e proteínas vegetais, sendo pobres em carboidratos. Portanto, a maioria delas pode caber em um plano de baixo consumo de carboidratos, embora alguns tipos sejam particularmente pobres em carboidratos. Para aqueles que seguem dietas mais rigorosas, como a dieta cetogênica, aderir às oleaginosas com pouco carboidrato pode promover uma dieta bem-sucedida. As nozes-pecãs são oleaginosas saudáveis com pouco carboidrato que podem ajudar a regular o açúcar no sangue e reduzir certos fatores de risco de doenças cardíacas. As nozes de macadâmia são uma excelente fonte de gorduras saudáveis, antioxidantes, vitaminas e minerais. Incluí-las na sua dieta pode melhorar a saúde do coração e reduzir a inflamação.

A castanha do Brasil é pobre em carboidratos e uma das melhores fontes naturais de selênio, um mineral essencial para a saúde. As nozes são pobres em carboidratos e fornecem uma fonte rica de ácido graxo ômega-3 à base de plantas ALA. Adicioná-las à sua dieta pode promover a perda de peso, melhorar a saúde do coração e beneficiar o controle de açúcar no sangue. As avelãs são uma excelente fonte de antioxidantes e também contêm nutrientes saudáveis ??para o coração, como L-arginina, fibras e gorduras saudáveis. Os pinhões são ricos em nutrientes e adicioná-los à sua dieta podem beneficiar a saúde do coração e ajudá-lo a atingir um peso saudável.

Amendoins são ricos em proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes. Comer amendoim pode beneficiar a saúde do coração e até mesmo promover a perda de peso. As amêndoas são oleaginosas com alto teor de proteína e baixo teor de carboidratos que podem ser adicionadas à sua dieta de várias maneiras. Farinha de amêndoa é outra maneira popular de incorporar amêndoas em um plano de refeição low-carb. As manteigas de oleaginosas são convenientes, ingredientes de baixo carboidrato que podem ser adicionados a uma variedade de receitas saborosas.

 

Referência

Colpo, E. ET al. Brazilian nut consumption by healthy volunteers improves inflammatory parameters. Nutrition.  2014 Apr;30(4):459-65.

McKay, D. L. ET al. A Pecan-Rich Diet Improves Cardiometabolic Risk Factors in Overweight and Obese Adults: A Randomized Controlled Trial. Nutrients . 2018 Mar; 10(3): 339.

Shalini, S. A. ET al. Peanuts as functional food: a review. J Food Sci Technol . 2016 Jan; 53(1): 31â??41.

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade