PUBLICIDADE

O que é coqueluche? Entenda a doença que está em ascensão no Brasil

Entenda o que é a coqueluche e porque a doença está ressurgindo fortemente no Brasil

16 jun 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
O que é coqueluche? Entenda a doença que está em ascenção no Brasil
O que é coqueluche? Entenda a doença que está em ascenção no Brasil
Foto: Getty Images

A coqueluche, também conhecida como tosse convulsiva, é uma doença respiratória altamente contagiosa causada pela bactéria Bordetella pertussis. Apesar de ser prevenível por meio da vacinação, a coqueluche vem apresentando um preocupante aumento no número de casos no Brasil, principalmente entre crianças.

O que é coqueluche?

A coqueluche se caracteriza por crises intensas de tosse que podem durar vários minutos, seguidas de dificuldade para respirar. Em casos mais graves, a tosse pode levar a vômitos, sangramento nasal e até mesmo desmaios. A doença é mais grave em bebês e crianças pequenas, podendo levar à pneumonia e outras complicações graves.

Sintomas da coqueluche 

Os sintomas da coqueluche se desenvolvem em três fases distintas.

Três fases da coqueluche

  • Fase catarral:

Dura de 1 a 2 semanas e apresenta sintomas semelhantes a um resfriado comum, incluindo:

  • Coriza
  • Tosse seca
  • Febre leve
  • Fase paroxística:

Pode durar de 4 a 8 semanas e é caracterizada por crises intensas de tosse:

  • A tosse é seca, espasmódica e pode terminar com um som agudo semelhante ao de um galo cantando (daí o nome "coqueluche").
  • As crises de tosse podem ser seguidas de vômitos, sangramento nasal e desmaios.
  • A respiração pode ficar difícil durante as crises.
  • Fase de resolução:

Dura de 1 a 3 semanas e os sintomas diminuem gradualmente:

  • A tosse se torna menos frequente e menos intensa.
  • A respiração volta ao normal.

Por que a coqueluche voltou a apresentar casos no Brasil?

Diversos fatores contribuem para o reaparecimento da coqueluche no Brasil. O primeiro deles é a diminuição das taxas de vacinação; a cobertura vacinal contra a coqueluche vem caindo nos últimos anos, principalmente entre crianças menores de 6 meses.

Com isso, há um maior número de pessoas suscetíveis à doença. Além disso, a bactéria Bordetella pertussis pode estar se tornando mais resistente aos antibióticos utilizados no tratamento da coqueluche.

Prevenção e cuidados contra a coqueluche

A principal forma de prevenir a coqueluche é a vacinação. A vacina contra a coqueluche faz parte do calendário vacinal básico no Brasil e deve ser aplicada em crianças, adolescentes e adultos.

Importância da vacinação:

  • A vacina é altamente eficaz na prevenção da coqueluche.
  • Além de proteger a pessoa vacinada, a vacinação também ajuda a proteger os bebês e outras pessoas que não podem ser vacinadas, como recém-nascidos e pessoas com imunodepressão.

Outras medidas de prevenção

Além da vacina, lavar as mãos com frequência, cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar e evitar contato com pessoas doentes também são outras medidas de prevenção da coqueluche. 

Lembre-se: a coqueluche é uma doença séria, mas pode ser prevenida com a vacinação. Se você tiver qualquer dúvida sobre a coqueluche, converse com seu médico.

Por que nem todas as vacinas podem ser em gotinhas? Por que nem todas as vacinas podem ser em gotinhas?

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade