PUBLICIDADE

Homem põe silicone no pênis para aumentá-lo e atinge 4,3 kg

Com órgão de 22,8 cm de comprimento, Micha Stunz tem dificuldade para fazer sexo e ter ereção

10 abr 2015 20h23
| atualizado às 20h28
ver comentários
Publicidade

Micha Stunz, um alemão que aumentou o tamanho de seu pênis com várias injeções de silicone disse que seu órgão (que tem 22,8 cm de comprimento e 9 cm de diâmetro) pesa 4,3 kg, o que requer grande esforço para ter relações sexuais.

Siga Terra Estilo no Twitter

Foto: Reprodução

Segundo entrevista ao site Vice.com, Stunz contou que a ampliação do órgão o faz se sentir melhor, embora não provoque nenhum prazer físico e ele não seja capaz de ter uma ereção normal. Por outro lado, ele afirmou que a mudança o tornou mais criativo entre quatro paredes: “você apenas tem de se livrar de ideias sobre sexo e estar pronto para jogar”.

Aos 45 anos, o alemão iniciou o processo há cerca de 20. No começo, ele usava injeções de solução salina e achava a sensação ótima. Ele admitiu que não contou com ajuda médica profissional e a aplicação das primeiras injeções de silicone foram feitas por um estudante de medicina.

O urologista dr. Aref el Seweife, que realiza ampliações de pênis, advertiu que tais procedimentos sem acompanhamento de um profissional pode provocar uma infecção e até a mutilação."No pior dos casos, pode levar a uma artéria alargada no escroto e nos testículos, e levar à morte”.

Stunz concordou com o alerta do médico e diz que apesar de sua forma tem uma vida normal, como trabalhar, comprar mantimentos, ir a bares,  mas confessou que “não é fácil comprar um novo par de calças”.

Tímido, ele prefere urinar no vaso sanitário, já que atrai olhares estranhos ao utilizar mictórios. Ele também usa um saco mochila para “esconder seu bojo” e evita dizer as pessoas sobre sua vida sobre e aparência física.

Apesar disso, Stunz comentou que se uma mulher aumenta os seios, isso não gera polêmica, mas se um homem faz algo semelhante no corpo, torna-se algo extraordinário: “espero que mude em breve, porque a diferença realmente não é tão grande”.

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade