PUBLICIDADE

Brasileira contrai botulismo nos EUA e família pede ajuda para UTI aérea de R$ 1 milhão

Parentes ainda não sabem a origem da infecção da jovem; ela estava em Aspen, no Colorado, para fazer intercâmbio.

16 abr 2024 - 12h57
(atualizado em 22/4/2024 às 12h53)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma jovem brasileira está internada em Denver, no Colorado, nos Estados Unidos, devido a uma infecção por botulismo. Cláudia Celada de Albuquerque tem 23 anos e estava fazendo intercâmbio em Aspen, quando precisou ser transferida por causa da gravidade da doença.

Agora, a família da jovem pede ajuda financeira para poder pagar as despesas da internação, que já dura mais de 50 dias. Como os EUA não oferecem sistema de saúde público, parentes iniciaram uma vaquinha para custear uma UTI aérea que deve custar cerca de US$ 200 mil, o equivalente a R$ 1 milhão. 

A jovem Cláudia Celada de Albuquerque está internada em Aspena por conta de uma infecção
A jovem Cláudia Celada de Albuquerque está internada em Aspena por conta de uma infecção
Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

Cláudia tinha um seguro viagem com franquia de US$ 100 mil, valor que já foi batido há bastante tempo dado o tempo de internação e a gravidade da doença.

Segundo informações divulgadas pelos próprios familiares, a jovem já apresenta sinais promissores de recuperação, como a capacidade de escrever o próprio nome e de respirar breves períodos sem a ajuda de aparelhos.

O que é o botulismo?

O botulismo é uma doença causada pela toxina liberada pela bactéria Clostridium botulinum. Esta toxina é transmitida principalmente por meio de alimentos mal processados, enlatados, conservados, fermentados inadequadamente ou com um nível muito baixo de acidez, como feijão verde, espinafre, cogumelos e beterraba.

"Casos de botulismo de origem alimentar são frequentemente relacionados a alimentos prontos para consumo, embalados com pouco oxigênio", diz a OMS. Carnes cruas ou peixes preservados por salga ou defumação deficientes também podem apresentar a toxina. O mesmo vale para vitaminas e suplementos alimentares.

Os sintomas da doença variam, mas os principais são:

  • Fraqueza muscular;
  • Pálpebras caídas;
  • Voz fraca;
  • Vertigem;
  • Secura na boca e visão turva.

Além disso, o botulismo também é neurotóxico, o que significa que afeta o sistema nervoso. Isso leva a uma paralisia e uma flacidez que podem produzir insuficiência respiratória. A família de Cláudia diz não saber de onde a jovem contraiu a infecção.

*com informações da BBC

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade