PUBLICIDADE

Visualizar na meditação não é só imaginar; saiba a diferença

A visualização é muito importante na meditação e é uma criação que pode mudar a sua vida

8 jun 2021 14h25
Publicidade

Você sabe o que é a visualização? Isso é muito importante na meditação, mas é diferente de simplesmente imaginar.

A imaginação é o primeiro passo de muitas meditações, só que é uma energia que acontece apenas no reino da possibilidade, como “ah, eu somente imaginei se eu estivesse agora na praia”. A visualização, por outro lado, é uma imaginação que começou, não somente na minha mente, como também no meu ser inteiro. E eu fiz com que aquilo permanecesse vibrando até criar uma energia.

Se eu fechar os olhos, por exemplo, e começar a imaginar que estou na praia, mas visualizar também a areia, a água do mar, a brisa suave, o céu azul e visualizar o meu corpo relaxando na praia, parte de mim não sabe se estou realmente na praia ou não e começa a relaxar como se eu estivesse. Eu, portanto, comecei imaginando, a energia respondeu e ela começou a ser efetivamente criada.

A visualização é muito importante na meditação e é uma criação que pode mudar a sua vida
A visualização é muito importante na meditação e é uma criação que pode mudar a sua vida
Foto: Inside Creative House / iStock

Imaginar é suave e transitório; visualizar é duradouro. E, a partir da energia, a visualização se torna uma criação que pode mudar a sua vida. Entenda mais sobre a diferença entre visualizar e imaginar no vídeo a seguir e a importância da visualização. Namastê!

Visualizar na meditação não é simplesmente imaginar:

 

Seja Zen com Sat Seja Zen com Sat
Publicidade