PUBLICIDADE

A melhor meditação para diminuir sua ansiedade

A ansiedade acontece quando a sua mente foge para o futuro. Aprenda uma meditação ligada a respiração para lhe ajudar nesses momentos

9 abr 2021
11h00 atualizado em 13/4/2021 às 17h24
11h00 atualizado em 13/4/2021 às 17h24
Publicidade

Você sabe exatamente o que é a ansiedade? A ansiedade ocorre quando a sua mente foge para o futuro e a sua atenção fica presa no que pode acontecer. E, assim, você não consegue voltar para o presente. Quando a sua atenção está focada no momento do agora, ela pode ter tristeza, raiva, incômodo, vários sentimentos, mas nunca ansiedade, que está sempre ligada ao futuro.

No entanto, está provado cientificamente que meditar pode diminuir a ansiedade. E a melhor meditação para preveni-la é voltada para a sua respiração. Essa meditação é dividida em três partes importantes. Aprenda cada uma delas para lhe ajudar em situações de ansiedade!

1ª etapa da meditação

A primeira parte da meditação é manter a respiração profunda. Ao respirar de forma profunda e rítmica, a ansiedade não consegue se estabelecer em você. Na respiração, faça sempre com que o ar entre plenamente nos seus pulmões e saia mais devagar do que entrou.

Repita isso muitas vezes de olhos abertos, outras vezes de olhos fechados. Gradativamente, os olhos vão se fechando para você mergulhar dentro de si, mas inspire, expire, respire.

2ª etapa da meditação

Já a segunda etapa consiste em, além de manter a respiração profunda, confrontar as ideias e pensamentos que a ansiedade lhe trouxe. Os pensamentos que causam ansiedade são muitas vezes enfraquecidos ao serem confrontados.

Observe os pensamentos que chegam e identifique se são absurdos ou desproporcionais. E de olhos fechados durante a meditação, pergunte, discuta com os pensamentos, hipóteses, como se estivesse conversando com alguém: “De onde você veio? Qual é a chance de você ocorrer? De onde você tirou essa bobagem de que tudo vai dar errado, de que eu vou perder? Quem garante? E se eu fizer diferente?”.

A melhor meditação para diminuir a ansiedade é voltada para a sua respiração
A melhor meditação para diminuir a ansiedade é voltada para a sua respiração
Foto: hobo_018 / iStock

Confrontado, esse pensamento vai tentar lhe confundir. Mas você vai começar a perceber que ele não faz sentido, que dificilmente o pior cenário que você imagina vai realmente acontecer. E, dessa forma, ele começa a perder força.

É importante perguntar sempre qual é a real chance daquela ideia acontecer, porque, em geral, ela é mínima. Nós passamos 90% das nossas reações emocionais com coisas que vão acontecer em menos de 1% das vezes. Reagimos muito mais ao que acontece muito menos.

3ª etapa da meditação

Por fim, a terceira parte é começar a encontrar as suas forças dentro de si, refutando o que a ansiedade lhe trouxe e falando para você mesmo, por exemplo: “eu farei diferente porque sou forte; farei acontecer porque vou agir agora; farei diferente porque estou me dedicando, farei diferente porque sou amado; vou mudar o curso do futuro; vou impedir que essa hipótese aconteça”.

Assim, trabalhando profundamente dentro de si, você começa a dissolver as ideias que trazem ansiedade. Elas são quase um perigo que você simplesmente olha e pensa “já vi o buraco, não cairei dentro dele”.

O medo tem que ser mantido como um pedido de cautela, mas nunca pode nos tirar da nossa lucidez, da nossa lógica, do nosso pensamento. Respire, confronte, fortaleça-se e entenda que aquilo era apenas um aviso, que você viu o buraco e aquilo não vai acontecer.

Mantenha a respiração profunda sempre, ela funciona mesmo depois da meditação. Namastê!

Seja Zen com Sat Seja Zen com Sat
Publicidade