PUBLICIDADE

Banho com a água muito quente traz malefícios para a pele

Saiba como evitar os danos que a alta temperatura da água provoca no corpo - e sem passar frio no chuveiro

2 jul 2021 10h41
ver comentários
Publicidade
Banho com a água muito quente traz malefícios para a pele
Banho com a água muito quente traz malefícios para a pele
Foto: Shutterstock / Sport Life

Começou o inverno, a estação mais fria do ano e, até o dia 22 de setembro, shorts, blusas de mangas curtas, vestidos e bermudas, serão substituídos por meias, calças, blusas de frio, touca e luvas. Fora essa mudança, basta essa época chegar para a temperatura da água do banho também mudar e ficar mais quente - e quente até demais.

Apesar de ser relaxante e trazer um conforto momentâneo, tomar banho com a temperatura da água muito elevada pode ser prejudicial ao corpo. Isso porque nesta estação a pele costuma ficar mais seca (é possível perceber pelas rachaduras nos lábios), e a água quente ajuda a ressecar ainda mais, pois afeta a barreira cutânea.

Explicando de maneira simplificada o impacto da água quente na pele, o médico dermatologista Rafael Soares, associa o banho à lavagem de louça. "A água em temperatura elevada têm maior capacidade detergente. Pense em uma panela muito engordurada, o qual é difícil de lavar com água fria, mas quando usado água quente fica mais fácil. Para nossa pele, a água do banho vai remover a gordura de proteção, levando ao ressecamento e irritação. Isso pode ser um problema ainda maior para pessoas que têm doenças de pele, como Dermatite Atópica", conta.

Dermatite Atópica: é uma inflamação cutânea que provoca coceira e irritação na pele. Trata-se também de uma doença crônica, desenvolvida na infância e que deve ser acompanhada por um médico especializado por anos.

Tomar banho quente também pode desencadear alergias, isso porque "a água vai dilatar demais os poros da pele, fazendo com que substâncias irritativas ou alérgicas penetrem com maior facilidade. Por exemplo, os resíduos que ficam nas roupas, como: sabões, amaciantes, perfumes, cremes que entrarão em contato direto com a pele logo após o banho", completa Rafael Soares.

Em todos os casos, o recomendável é que para o banho, a água esteja mais para morna e que o tempo não seja longo. Abaixo há três dicas para proteger e cuidar da pele nesse inverno durante e após o banho.

1) Procure usar sabonetes neutros ou sabonetes líquidos que contenham substâncias hidratantes, porque ajuda a manter a umidade da pele.

2) Após o banho, aplique o hidratante no corpo ainda úmido, que contenham ingredientes como glicerina e a manteiga de karité.

3) Hidrate a pele duas vezes ao dia para preservar a umidade e associe com os óleos antes e depois do banho.

Sport Life
Publicidade
Publicidade