1 evento ao vivo

Cães: conheça as raças de pets originárias do Brasil

Fila brasileiro, terrier brasileiro e rastreador brasileiro são os pets com a cara da Copa do Mundo

23 jun 2014
10h38
atualizado às 10h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Enquanto o nosso País e o resto do mundo voltam as atenções para o universo do futebol, em função da realização da edição de 2014 da Copa do Mundo, no Brasil, um grupo especial de cachorros também pode se orgulhar por ‘sediar’ o maior evento do esporte mundial, ganhando espaço entre os pets caninos de outros países que, com frequência, vencem dos cães ‘brazucas’ no quesito de preferência.

<p>Fila brasileiro</p>
Fila brasileiro
Foto: Getty Images

Para entrar no clima da Copa junto aos animais, preparamos uma lista especial com três das raças de cães originárias do nosso País (e reconhecidas oficialmente pela FCI – Federação Cinelogica Internacional), detalhando algumas de suas principais características para que você decida se alguma delas estará escalada na sua seleção pet:

Fila brasileiro: embora tenha sido criado no Brasil, o fila brasileiro é resultado da mistura entre raças como mastiff inglês, dogo, blodhound e buldogue, originárias de outros países. Segundo estudos sobre o desenvolvimento da raça, ela foi desenvolvida em uma época passada para atuar como uma espécie de guardiã, caçando índios e escravos fugitivos e protegendo rebanhos de outros animais.

<p>Terrier brasileiro</p>
Terrier brasileiro
Foto: Getty Images

Terrier brasileiro: popularmente conhecido como fox paulistinha, o terrier brasileiro foi desenvolvido a partir do cruzamento de raças como jack russel terrier (que mistura as raças fox terrier, beagle e buldogue) com cães brasileiros, sendo que o seu principal uso na época em que surgiu era para a caça de raposas e pequenos roedores. Enquanto uma versão sobre o aparecimento deste cão diz que as raças estrangeiras usadas no seu desenvolvimento vieram para o País em navios de portugueses, há outra que afirma que estes animais vieram para cá trazidos por brasileiros que estudavam em outros países.

<p>Rastreador brasileiro</p>
Rastreador brasileiro
Foto: @menderson_cavalcante/Instagram / Reprodução

Rastreador brasileiro: reconhecida pela FCI em 1967, a raça (também conhecida como rastejador brasileiro ou pantaneiro) foi considerada extinta algum tempo depois – e, embora atualmente a sua extinção seja realmente temida, até hoje é possível encontrar alguns cães em diferentes áreas rurais do País. Criada para ajudar as pessoas na caça de animais como onças e porcos do mato, o Rastreador Brasileiro é dono de uma pelagem clara, olfato aguçado e uma grande capacidade vocal, produzindo latidos altos e notáveis.

Clique no link a seguir e fique por dentro das características de raças caninas das mais diversas personalidades e origens.

Matéria validada pela Dra. Raquel Madi (CRMV – SP 20.567), Médica Veterinária formada pela Universidade Estadual de Londrina – PR e responsável pelo setor de Radiologia, Ultrassonografia e Ressonância Magnética em Hospital Veterinário de São Paulo. Dra. Madi é integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato.

Curso de patologia veterinária de cães e gatos Curso de patologia veterinária de cães e gatos
Aprenda um pouco mais sobre a saúde de cães e gatos e saiba como cuidar melhor do seu amiguinho. Curso certificado pelo MEC, matricule-se já

Cachorro Gato
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade