3 eventos ao vivo

Modelo com braço biônico é convidada para desfilar na NYFW

Rebekah Marine percebeu que poderia transformar sua deficiência em algo inspirador e tornar-se uma porta-voz

4 set 2015
18h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução

Com prótese no braço, Rebekah Marine, de 28 anos, vai desfilar pela grife FTL Moda na Semana de Moda de Nova York, dia 13 de setembro. Em fevereiro deste ano, a americana também cruzou a passarela do evento com look da Antonio Urzi e recentemente fotografou para o catálogo de aniversário da Nordstrom. Os dados são do site Mashable.  

Siga Terra Estilo no Twitter

Conquistar um espaço no mundo da moda não foi tarefa simples. Por ter nascido sem o antebraço direito, Rebekah ouviu que não teria futuro na profissão. Então, arrumou um emprego em outra área, mas não foi o suficiente. Ela começou a usar a prótese há cerca de quatro anos e percebeu que poderia transformar sua deficiência em algo inspirador e tornar-se uma porta-voz.  

Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução

“Ser uma modelo com deficiência tem sido extremamente difícil ao longo dos últimos anos. As agências muitas vezes sequer olham meu portfólio. Mas percebi que é tudo sobre encontrar o seu nicho. Aceito que a maioria dos clientes pode não querer trabalhar comigo com base na minha 'deficiência'”, comentou. “É muito importante incluir modelos diversos, porque, afinal de contas, quase uma em cada cinco pessoas nos Estados Unidos tem uma deficiência. Nós deveríamos celebrar a singularidade e não nos conformar com o que a mídia acha que é bonito.”

Rebekah Marine desfilou pela grife Antonio Urzi na edição de fevereiro de 2015 da Semana de Moda de Nova York
Rebekah Marine desfilou pela grife Antonio Urzi na edição de fevereiro de 2015 da Semana de Moda de Nova York
Foto: Frazer Harrison / Getty Images

Rebekah trabalha com a Lucky Fin Project, uma organização que promove a sensibilização e apoio para aqueles com diferenças dos membros superiores, a fim de ensinar às crianças que a deficiência não tem que ser um limite para o seu futuro. “Acima de tudo, espero estampar a capa da Vogue um dia, que é o meu objetivo pessoal. Não vou parar até chegar lá", afirmou. 

Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução
Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução
Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução
Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução
Foto: @rebekahmarine/Instagram/Reprodução

 

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade