0

'Se soubesse, não usaria': F. Lima sobre vestido no Irã

4 fev 2014
14h02
atualizado em 4/12/2014 às 17h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Fernanda Lima apresentou o sorteio da Copa de 2014 ao lado do marido, Rodrigo Hilbert</p>
Fernanda Lima apresentou o sorteio da Copa de 2014 ao lado do marido, Rodrigo Hilbert
Foto: Reuters

O sorteio de grupos da Copa do Mundo de 2014 aconteceu há quase dois meses, mas o vestido usado por Fernanda Lima para apresentar a cerimônia continua causando polêmica. “Se eu soubesse que seria transmitido no Irã, se me falassem antes que o vestido causaria problemas, eu jamais teria usado”, comentou a apresentadora sobre o vestido dourado justo e decotado da grife Hervé Leger para Trash Chic.

Na ocasião, a beleza de Fernanda foi o assunto mais comentado nas redes sociais. Se por um lado ela ganhou milhões de elogios por parte de jogadores e até da imprensa internacional, por outro, a transmissão do sorteio foi interrompida e editada no Irã porque o país considerou a produção da apresentadora inadequada para os valores locais.

Fernanda comentou que a escolha da roupa foi feita de última hora e que, por exigência da organização, tinha que ser um vestido dourado. “As pessoas acham que ficamos meses pensando nisso, mas eu não tinha roupa e, na correria, aquele vestido apareceu para me salvar. Ninguém parou para pensar se era adequado, nunca imaginei que daria esse buchicho todo que deu”, afirmou, nesta terça-feira (04), durante a coletiva de imprensa do lançamento da coleção de inverno da grife de sapatos e bolsas Arezzo, da qual é a nova garota-propaganda.

Além do vestido da Hervé Leger, a apresentadora chegou a experimentar uma peça longa da Versace, que não caiu bem e que teria que ser reformada. “Não tínhamos tempo, então foi meio de supetão a escolha daquele vestido”, completou. Porém, quase dois meses depois do evento, Fernanda não se incomoda com os comentários, nem com as críticas, e se diverte com a situação. Recentemente, ela apresentou um prêmio na Inglaterra e encontrou o técnico da seleção inglesa, que se referiu à entrada da apresentadora no palco do sorteio como “um respiro” para a plateia, que já estava há horas aguardando o início da cerimônia em uma tenda quente e abafada na Costa do Sauípe, na Bahia.

Carreira internacional?
Pouco tempo depois da aparição no polêmico vestido dourado, Fernanda Lima foi novamente a estrela de um evento mundial: a entrega do prêmio Bola de Ouro, na Suíça. Desta vez, a apresentadora escolheu um vestido longo bem mais comportado, assinado pelo brasileiro Samuel Cirnansck, que custou R$ 16 mil.

Desde então, a apresentadora se tornou uma das brasileiras que mais geram comentários fora do País, além de protagonista de boatos de que estaria investindo em uma carreira internacional e até sendo convidada para participações em produções de Hollywood. “Não estou sendo encaminhada para uma carreira internacional. O que aconteceu foi que apareci um pouco mais, dei algumas entrevistas para veículos europeus, mas continua tudo igual”, explicou. Segundo ela, esta fase é apenas mais um passo na carreira e a fez ver que é possível apresentar eventos em outras línguas e em outros países.

 

Veja também:

Terremoto causa 'mini-tsunami' e destrói casas na Grécia e na Turquia
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade