PUBLICIDADE

Looks da nova Miss Brasil vão de retalhos a 30 mil cristais

10 nov 2021 17h25
ver comentários
Publicidade

A cearense Teresa Santos, 23 anos, é a nova Miss Brasil e representará o país no concurso de Miss Universo, que acontecerá dia 12 de dezembro, em Israel. O resultado foi divulgado na noite desta terça-feira (9), mas a final já tinha sido gravada no fim de semana, no cruzeiro Vumbora pro Mar, da companhia MSC Preziosa.

Miss Brasil Teresa Santos
Miss Brasil Teresa Santos
Foto: Divulgação / Elas no Tapete Vermelho

Natural de Fortaleza, foi criada em Maranguape e chegou à final do concurso com representantes do Piauí (segundo lugar) e de Sergipe (terceiro lugar). A loira estuda Psicologia, tem uma empresa de semijoias e divulga ações sociais, como o projeto Vai Maria, do Instituto da Primeira Infância (Iprede), do Ceará, do qual é madrinha.

Aliás, para chegar ao navio onde o concurso ocorreu, Teresa escolheu um vestido feito pelas mães e cuidadoras do Vai Maria, com retalhos de tecidos doados para a instituição (foto acima). "O trabalho é realizado por essas mulheres fortes e batalhadoras que buscam se profissionalizar e melhorar a qualidade de suas vidas através da moda, gerando fonte de renda e estímulo para seguirem lutando pelos seus sonhos. A concepção do vestido foi realizada através da técnica de patchwork, (…) trabalho impecável que tem o amor e empenho de cada uma", escreveu a loira, que prometeu doar parte do prêmio à Instituição, caso vença o Miss Universo.

Vestido da final

Para a final, Teresa escolheu usar vestido azul com renda rechilieu e bordado com mais de 30 mil cristais tchecos. "Um dia eu sonhei que ganharia o Miss Brasil com um vestido azul. E esse fala muito da nossa cultura, do nossa artesanato, das histórias de mulheres incríveis, que fazem esse trabalho todos os dias junto com o Ivanildo (Nunes, estilista). E também o rechilieu, que é a renda feita em Maranguape, cidade que representei no Miss Ceará. Um vestido que está cheio de representatividade, de história e de essência", disse a miss em em vídeo publicado nas redes sociais.

O vestido, criado por Ivanildo Nunes, designer cearense, foi cravejado com mais de 30 mil cristais tchecos, vidrilhos e paetês. Segundo o ateliê, o processo de confecção demandou "muitas horas de trabalho manual esculpindo o tule para vestir nossa sereia".

"Quero dedicar esse dia a todas as mulheres que cotidianamente buscam realizar sonhos sem medo da escuridão do desconhecido! Cada cristal, que nesse momento reflete luz azul no vestido da @teresabsantos representa o poder da mulher brasileira que nunca desiste de sonhar", escreveu o designer em sua conta do Instagram.

Polêmica

A final do concurso de Miss Brasil foi cercado por polêmica. Julia Gama, miss 2020, que ficou em segundo lugar no Miss Universo, foi desconvidada pela organização de entregar a coroa à sua sucessora. Julia disse que o fato aconteceu por questões políticas. Segundo ela, críticas feitas ao presidente Jair Bolsonaro podem ter sido a motivação para a atitude.

"Não posso dizer que sou indiferente a esta situação porque não sou. Eu dediquei tudo de mim ao título de Miss Universo Brasil para representar para o mundo a Organização Miss Universo Brasil, a cada um de vocês e o Brasil da melhor forma que eu poderia fazer. E mesmo que compartilhássemos de opiniões distintas e, até mesmo, valores conflitantes, eu acredito que juntos, eu e a Organização do Miss Universo Brasil realizamos um trabalho incrível juntos, que nos rendeu inclusive o título de Vice Miss Universo", escreveu a gaúcha em seu instagram.

Já a organização disse que Julia havia violado regras do concurso, gerando polêmica ao questionar na mídia e para fornecedores as regras do concursos. Leia nota abaixo.

"Julia Gama, Miss Universo Brasil 2020, não irá passar a faixa para a vencedora do concurso da edição 2021. A decisão foi tomada em razão de a Miss ter descumprido com cláusulas do contrato firmado com a organizadora do concurso.  Ao contrato realizado com a empresa, a candidata compromete-se a zelar pela imagem do concurso nacional e internacional (Miss Universo) e pelo título - cláusula esta prevista e mandatória em todos os contratos das candidatas que concorrem ao certame internacional. 

Ao longo dos últimos meses, contudo, a Miss gerou polêmica ao questionar na mídia e para fornecedores as regras do concurso, acusando a organização de ser ultrapassada e machista ao seguir as regras previstas ao contrato de franquia com o Miss Universo, afetando, assim, a imagem do maior concurso de beleza do mundo.

A organização declara que o Miss Universo Brasil é uma franquia e segue as  normas internacionais do evento".

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade