0

Mitos e verdades sobre açúcar mascavo, mel e adoçante

Qual é a maneira mais saudável de adoçar um alimento? Descubra agora mesmo!

2 out 2020
17h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Mitos e verdades sobre açúcar mascavo, mel e adoçante!
Mitos e verdades sobre açúcar mascavo, mel e adoçante!
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Açúcar mascavo, mel e adoçante são opções melhores para substituir o açúcar comum, especialmente para quem está de dieta ou na busca de uma alimentação mais saudável. Entretanto, ainda existem muitos mitos em relação aos ingredientes e a forma ideal de consumi-los.

Para tirar essas dúvidas, as nutricionistas Pollyanna Esteves, Márcia Regina Dal Medico e Flávia Morais revelam tudo que você precisa saber sobre eles. Confira!

Tudo sobre açúcar mascavo, mel e adoçante

O mel pode ser usado à vontade

Mito! Apesar de trazer diversos benefícios à saúde, o mel pode comprometer sua perda de peso caso seja usado em excesso. Isso porque cada colher (sopa) contém aproximadamente 62 calorias. Se você adoçar cinco bebidas dessa forma, somará cerca de 310 calorias apenas no consumo dos líquidos.

O mel é menos calórico e adoça mais que açúcar

Verdade! "Uma colher (chá) de açúcar fornece cerca de 40 calorias, enquanto a mesma medida de mel contém 25 calorias. O mel também tem o poder adoçante duas vezes superior ao do açúcar", diz Pollyanna Esteves.

O açúcar mascavo pode adoçar qualquer alimento

Verdade! Entre os mitos e verdades sobre açúcar mascavo, essa é a dúvida mais comum, mas precisamos ter cautela. Mesmo não passando por processos de refinamento, esse açúcar contém praticamente a mesma quantidade de calorias do que o refinado. Por outro lado, o açúcar mascavo mantém as vitaminas e os sais minerais da cana-de-açúcar, sendo mais saudável.

Adoçante é tudo igual

Mito! Hoje em dia, existem vários tipos de adoçantes com diferentes finalidades no mercado. O aspartame, por exemplo, possui sabor muito próximo ao açúcar. Porém, não deve ser aquecido e é contraindicado para gestantes. Já a sucralose pode ser utilizada no preparo de alguns alimentos, com a vantagem de não elevar os níveis de glicose.

A sacarina é recomendada para adoçar sobremesas, mas costuma deixar um sabor amargo na boca. Outro adoçante muito conhecido é o ciclamato, utilizado principalmente na composição de refrigerantes diet e light. Isento de calorias, ele é capaz de adoçar 30 vezes mais do que o açúcar, no entanto, seu uso exige moderação.

A frutose adoça naturalmente, já que seu sabor vem da própria fruta. Contém quase a mesma quantidade de calorias do que o açúcar refinado, mas é uma opção mais saudável. Por fim, a estévia (também natural) não possui calorias e é ideal para o preparo de alimentos.

Comer frutas após as refeições sacia a vontade de doces

Verdade! Elas contêm alto teor de frutose, que reduz o desejo de comer sobremesas mais calóricas, como mousses, pavês e sorvetes. Sem contar que são ricas em sais minerais e vitaminas. As opções secas são recomendadas para manter a fome fora de hora sob controle e podem ser até levadas na bolsa como um snack. Para variar no dia a dia, experimente aquecer a fruta no forno e polvilhar canela em pó. Fica a dica!

Agora que você já desvendou todos os mitos e verdades sobre o açúcar mascavo, mel e adoçante, escolha a alternativa que faz mais sentido para você e consuma sem medo!

Texto: Jacque Lopes | Edição: Milena Pires e Renata Rocha

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade