Artesanato na decoração: 5 jeitos de incluir e combinar

Itens produzidos em pequena escala alegram os ambientes e trazem sensação de aconchego

29 dez 2017
08h00

A casa é o nosso local de descanso, de acolhimento, de segurança, e a decoração precisa trazer essa sensação para os ambientes. Uma das maneiras mais eficazes de criar um clima aconchegante é investir em peças de artesanato. Versáteis, elas tem inúmeras vantagens. A primeira é que existe uma variedade imensa de itens artesanais: fuxico, crochê, renda, barro, cerâmica, esculturas, bordados. O Brasil é muito rico nesse setor, e você com certeza vai encontrar pelo menos algum objeto que combine com a sua decoração.

Cestas de palha ou vime podem ser usadas em cima de armários ou bancadas, para ajudar na organização do banheiro
Cestas de palha ou vime podem ser usadas em cima de armários ou bancadas, para ajudar na organização do banheiro
Foto: Shutterstock

Além disso, ao comprar uma peça artesanal, você valoriza o trabalho daquele produtor e estimula a cultura local, de onde veio o objeto. Confira como combinar diferentes materiais e também incluir essas peças na decoração em cinco tópicos:

Crochê
É talvez uma das peças de artesanato mais românticas, e ajuda a trazer um clima bucólico, de campo, para os ambientes. Se a sua ideia é exatamente essa, pode se jogar no fuxico! Se não, aposte em itens pontuais, como almofadas e poltronas. Uma das maneiras de deixar o crochê com ar mais sofisticado é apostar em cores sóbrias, como bege, marrom e preto.

Cestas
Cestas feitas de vime e palha têm dupla função: além de decorarem o ambiente, são úteis para organizar toalhas de banho, sabonetes, papéis higiênicos, nos banheiros; revistas e jornais na sala; vinhos, na cozinha, entre outros objetos. 

Itens de outros países
O bacana de ter uma casa decorada com artesanato é que você pode começar a fazer coleções de objetos. Sempre que tiver a oportunidade de viajar, escolha um produto da cultura local para adquirir. Garimpe itens em feiras de rua da sua cidade, visite sebos e antiquários. Aos poucos, você terá um acervo riquíssimo de objetos de decoração.

Artesanato com decoração
A ideia não é transformar sua sala de estar na “casa da vovó”, mas incluir o artesanato como um elemento que traz pontos de charme ao ambiente. A boa medida é sempre balancear os padrões. Se vai usar almofadas de crochê no sofá, evite colocar uma manta ou capa da mesma textura. 

Equilíbrio 
Se quer colocar uma grande escultura artesanal, por exemplo, em um dos cantos do cômodo, opte por linhas retas nos outros objetos de decoração: sofás e poltronas com design contemporâneo, elementos com aço, quadros de arte abstrata, e por aí vai. E isso vale para qualquer estilo de decoração: ela pode ser mais retrô, praiana ou mesmo clássica. O fundamental é o equilíbrio! 

Fonte: CA
publicidade