1 evento ao vivo

Espíritos "escalavradores" sugam nossa alegria de viver

29 nov 2018
09h00
atualizado em 5/12/2018 às 11h12
  • separator
  • comentários

Tarefa das mais difíceis, árdua, lidar com espíritos "escalavradores". São entes que, não completando enquanto encarnados a totalidade de suas contas cármicas, devendo acertos e crescimentos, levam para o plano astral uma falta, uma ausência, um buraco – e lutam equivocadamente para preenchê-lo.

ESPÍRITOS ESCALAVRADORES – sugam nossa alegria de viver
ESPÍRITOS ESCALAVRADORES – sugam nossa alegria de viver
Foto: iStock

No vazio que buscam a todo custo preencher, escalavram quem puder. Querem se apropriar de forças e energias. Quando se aproximam de nós, trazem sofrimento, deturpam nossa postura e tomada de decisão, induzem ao erro, ao engano, ao equívoco.

Muitas vezes, desafortunadamente, esses espíritos podem buscar proximidade. Eles querem habitar em nossas paredes, querem nossos tetos como casa. Colocam força de ação e influência para que façamos, no plano material, aquilo que eles deixaram de fazer e, erroneamente, acreditam que ainda precisa fazer – para preencher o vazio que os define e caracteriza.

Espíritos escalavradores pensam que podemos terminar por eles as tarefas pendentes. Acabam assim, equivocadamente, necessitando deteriorar nossa integridade. Sua estratégia é adormecer nosso senso crítico, confundir nossas escolhas. Podendo, infelizmente, sombrear nossas mentes, ocupar nossas emoções, provocar os piores sentimentos. 

Todos nós já tivemos esses entes nas proximidades. Tocados em maior ou menor escala, sua influência limitou nossas faculdades e capacidades. No extremo, se tocados por eles, podemos ser enfraquecidos a ponto de comprometimento. A pergunta, então, é: como evitar ou, pelo menos, minimizar tal perigo?

O mais importante é estar atento às impaciências, irritações e fadigas exageradas, desproporcionais. Elas indicam a necessidade de uma faxina. Como proceder? Encontre um tempo para serenar, buscar atividade de prazer e sossego, realização e recompensa. 

As experiências positivas, que reafirmam a alegria de viver, afastam os espíritos escalavradores. A estratégia é ponderar e descobrir, ainda que tenha que dar uma espremida nas atividades do dia, uma ou duas horas de prazer: um passeio, leitura, música, filme, encontro com amigos, brincar com o pet, dedicar atenção a uma criança... Possibilidades não faltam. Abrace uma.  

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Ouça o podcast Terra Horóscopo:

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade